Cassilândia, Sexta-feira, 23 de Junho de 2017

Últimas Notícias

08/06/2017 13:43

Concessão para frigoríficos de tilápias é assinada no Ministério da Agricultura

Assessoria da senadora Simone Tebet

Nesta quinta-feira (08), o Ministro da Agricultura, Blairo Maggi, assinou contrato de concessão da exploração das águas do Rio Paraná, por 20 anos, com as duas empresas vencedoras da licitação (Tilabras e GeneSeas), para produzir tilápias nos lagos das usinas hidrelétricas, por meio de tanques-redes, em Selvíria e Aparecida do Taboado.

As duas empresas vão implantar o maior frigorífico de Tilápias do mundo. Isso vai fazer o Mato Grosso do Sul passar a ser o primeiro Estado em produção de peixe de água doce do Brasil. Hoje o MS está em 9º no ranking nacional. Segundo a Associação Brasileira de Piscicultura, o maior produtor de peixes atualmente é o Paraná (93,6 mil toneladas). Em 2016, MS produziu 24,1 mil toneladas de pescado. A expectativa é de que a produção de tilápias em MS chegue a 124 mil toneladas/ano ao longo do tempo.

O ato de assinatura teve a presença de parlamentares da bancada federal, representantes das empresas, do Ministério da Agricultura, do governo do Estado e das prefeituras.

A senadora Simone Tebet (PMDB-MS), que acompanhou o ato de assinatura da concessão, destacou a importância do empreendimento para Aparecida do Taboado, Selvíria e região. Ela disse que o empreendimento vai beneficiar também Paranaíba, Três Lagoas, Inocência e Brasilândia. “Vamos colocar a região do Bolsão no mapa mundial da produção de peixe de água doce”, comemorou a senadora. Ela acredita que a pedra fundamental do empreendimento deve ser lançada em 60 dias.

Simone Tebet também levou o assunto à tribuna do Senado, ressaltando a geração de emprego e renda. Ela também disse que o empreendimento não terá impacto ambiental e vai gerar toda uma cadeia produtiva, do alimento à vacinas, produção cosmética e farmacêutica. Simone foi aparteada pelo senador Moka, que elogiou a celeridade do processo no Ministério da Agricultura.

Geração de empregos e renda

A produção de tilápias em cativeiro vai garantir investimento de cerca de R$ 150 milhões no Mato Grosso do Sul. A expectativa é a de que o empreendimento gere mais de três mil empregos diretos e 13,6 mil indiretos em 7 anos, após atingir capacidade máxima.

Simone afirmou também que o frigorífico de peixes não vai concorrer com a colônia de pescadores, pelo contrário. “Vem para ajudar na qualificação da mão de obra, no seu desenvolvimento, aproveitando não só a carne, mas o couro do peixe, entre outros subprodutos. É um feito inovador, um divisor de águas para a região. É uma cadeia produtiva que se inicia em Mato Grosso do Sul. Além disso, teremos o peixe mais barato na mesa dos brasileiros, sem contar na melhoria da balança comercial brasileira, com a exportação de peixes”, disse.

Sonho de Ramez

Durante a solenidade de assinatura do contrato, Simone lembrou que o ex-senador Ramez Tebet, enquanto esteve à frete do Ministério da Integração, sonhava em demonstrar que o País poderia crescer a partir do interior. “Ele queria fazer de Selvíria uma cidade polo de desenvolvimento. Tenho muita alegria de saber que, em poucos anos, Selvíria e Aparecida do Taboado se tornarão grandes polos na produção de tilápias, concretizando o sonho do meu pai”, disse.

Estiveram presentes no gabinete do ministro Blairo Maggi nesta quinta-feira, os senadores Simone Tebet e Waldemir Moka (PMDB), os deputados federais Geraldo Resende (PSDB) e Henrique Mandetta (DEM), o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, Jaime Verruck, o prefeito de Selvíria, Dr. Fernando, o representante da empresa Tilabrás, Nicolas Landolt, e da empresa GeneSeas, Breno Davis e o secretário de Aquicultura e Pesca do MAPA, Dayvson Franklin de Souza.

Assessoria de imprensa

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 23 de Junho de 2017
Quinta, 22 de Junho de 2017
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)