Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

09/03/2015 09:03

Comissão debaterá reforma política com autoridades do Ministério Público e TSE

Agência Câmara

A comissão especial da reforma política que analisa propostas de emendas à Constituição (PECs 344/13, 352/13 e outras) vai promover três audiências públicas e um seminário nesta semana. Representantes do Judiciário, do Ministério Público e dos municípios debaterão com os deputados diversos pontos dos textos em tramitação.

Na terça-feira (10), às 10 horas, no plenário 7, o colegiado vai ouvir o vice-procurador-geral eleitoral, Eugênio de Aragão. No mesmo dia, às 14h30, também no plenário 7, receberá o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Dias Toffoli.

Na quinta-feira (12), às 9 horas, no Plenário 9, o foco serão as eleições municipais. O assunto será discutido com os presidentes da Confederação Nacional dos Municípios, Paulo Ziulkoski; da Federação Nacional dos Municípios, José Fortunati; e da União dos Vereadores do Brasil, Gilson Conzatti.

Na sexta-feira (13), a comissão vai se deslocar para o Maranhão, onde a reforma política será debatido em um seminário na Assembleia Legislativa do estado, às 9 horas.

Financiamento e sistema eleitoral
O relator da comissão, deputado Marcelo Castro (PMDB-PI), informa que, após esses encontros, os parlamentares realizarão quatro reuniões internas, sem convidados de fora da Câmara, para analisar assuntos considerados “pontuais”.

Já temas mais polêmicos, como financiamento de campanha e sistema eleitoral, serão discutidos futuramente.

Com relação ao primeiro tema, os deputados estão divididos entre o financiamento privado e o público. E, dentro do financiamento privado, muitos defendem a proibição de doações por empresas.

Quanto ao sistema eleitoral, a discussão gira em torno das eleições proporcionais ou majoritárias para o Legislativo. Alguns propõem que os estados sejam divididos em distritos e que sejam eleitos os mais votados. Outros defendem um modelo, como o atual, que prevê coligações entre os partidos, em que nem sempre o mais votado é eleito. E há ainda quem queira um sistema que mistura as duas formas.

Número de partidos
A redução do número de partidos também está em debate. Segundo Marcelo Castro, o cenário atual “não é minimamente racional”. “[A grande quantidade de legendas] encarece as campanhas e traz para o Parlamento todas as distorções que temos hoje."

A tendência na comissão é propor uma reforma fatiada, ou seja, dividida em propostas diferentes para os pontos que tiverem consenso. O objetivo é mudar as regras eleitorais até setembro, de modo que as alterações já passem a valer para as eleições do ano que vem.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)