Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

16/08/2012 12:17

Começa julgamento de acusado da morte do prefeito Celso Daniel

Camila Maciel, Agência Brasil

São Paulo – Começou por volta das 11 horas de hoje (16) o julgamento de Elcyd Oliveira Brito, acusado de participar do assassinato do prefeito de Santo André, Celso Daniel, em janeiro de 2002. Também seria julgado hoje outro réu, Itamar Messias Silva dos Santos, mas o juiz acatou pedido do advogado de defesa, Airton Jacob Gonçalves Filho, para uma nova data da plenária e o julgamento foi adiado para o dia 22 de novembro.

No pedido de adiamento, o defensor alegou que terá de comparecer a outro julgamento, marcado com antecedência e horário incompatível. Segundo Gonçalves Filho, o Ministério Público (MP) de São Paulo apresentou na tarde de ontem (15) nova versão dos fatos e que, diante disso, será necessário rever a estratégia de defesa do cliente. “O ministério propôs uma nova versão para o caso. Eu vou estudar junto com o Itamar e, dependendo da eventual concordância dele, vamos analisar como proceder”, disse o advogado.

Um terceiro motivo, de ordem pessoal, foi também apontado como empecilho para a realização do julgamento. “Meu escritório foi assaltado na tarde de ontem. Passei a tarde na delegacia e não pude alinhavar os últimos detalhes da defesa”, alegou.

Presente no tribunal, o irmão de Celso Daniel, Bruno Daniel, disse à Agência Brasil que a expectativa é de que os dois acusados recebam penas semelhantes às aplicadas aos réus condenados em maio. Na ocasião, o júri decidiu por 24 anos de prisão para Ivan Rodrigues da Silva, 20 anos para José Edison da Silva e 18 anos para Rodolfo Rodrigues da Silva.

“Acredito que as penas sejam similares as dos réus já condenados, já que se trata do mesmo episódio. Creio que isso interfira também no julgamento do Sombra [Sérgio Gomes da Silva, acusado de ser o mandante do crime]. Há muita coisa a ser revelada. Ainda há os processos de corrupção em Santo André. Temos um caminho a percorrer. Mas é claro que se o Sombra for a júri popular, que é a nossa expectativa, já é um avanço”, disse.

Celso Daniel foi morto com oito tiros em janeiro de 2002. Ele foi sequestrado quando saía de um jantar na companhia do empresário Sombra. O corpo do ex-prefeito foi encontrado dois dias depois na Estrada das Cachoeiras, em Juquitiba, cidade vizinha a Itapecerica da Serra. De acordo com o MP, Elcyd e Itamar estavam na caminhonete que interceptou o carro de Celso Daniel, antes do sequestro.

Edição: Carolina Pimentel

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)