Cassilândia, Quarta-feira, 01 de Março de 2017

Últimas Notícias

01/05/2005 14:40

Começa a campanha contra a febre aftosa

Rosamélia de Abreu/ABr

Os pecuaristas de 15 estados, além do Distrito Federal, devem vacinar 123,8 milhões de cabeças de gado contra a febre aftosa a partir deste domingo. A medida deve garantir ao país a posição de maior exportador mundial de carne bovina conquistada há dois anos. O Brasil tem o maior rebanho bovino comercial do mundo, com 195 milhões de animais. No ano passado, o Brasil exportou 1,156 milhão de toneladas de carne bovina, equivalentes a US$ 3,457 bilhões.

De acordo com o secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Gabriel Alves Maciel, a participação dos produtores e dos governos estaduais é muito importante para o sucesso da campanha. "Nós pedimos e encorajamos todos os produtores a participarem da campanha, que é a forma mais simples de erradicar a doença do Brasil. Basta vacinar duas vezes por ano", afirma.

A campanha se realiza em maio e novembro e conta também com o apoio dos governos estaduais, que a executam, e a iniciativa privada por meio da Confederação Nacional da Agricultura..Maciel lembra que a meta do governo é erradicar a febre aftosa no país em 2006. "A meta de erradicar a aftosa até o ano que vem é agressiva e estamos trabalhando para consegui-la. Com isso, nós vamos contribuir para que a América do Sul esteja livre da doença até 2009", diz o secretário.

Segundo ele, 86% do rebanho nacional estão livres da aftosa, mas a vacinação ainda é necessária. Santa Catarina é o único estado livre da doença sem vacinação. "É preciso manter de forma permanente esse processo de campanha de vacinação e educação sanitária. Com isso, vamos atingir nossa meta no período programado", destaca.

A campanha começa simultaneamente nos estados do Acre, Amapá,Rondônia, Amazonas, Pará, Maranhão, Sergipe, Piauí, Tocantins, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Minas Gerais e São Paulo e Paraná, além do Distrito Federal, e termina no dia 31 de maio.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 01 de Março de 2017
Terça, 28 de Fevereiro de 2017
Segunda, 27 de Fevereiro de 2017
Domingo, 26 de Fevereiro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)