Cassilândia, Domingo, 16 de Fevereiro de 2020

Últimas Notícias

01/02/2020 10:21

Com reservas, Brasil vira sobre o Paraguai e classifica Uruguai no Pré-Olímpico

Jovem Sul News

Com uma formação reserva, a seleção brasileira sub-23 saiu atrás do pressionado Paraguai na noite desta sexta-feira, mas buscou a virada e venceu por 2 a 1, pela rodada final da primeira fase do Pré-Olímpico, disputado na Colômbia. O resultado classificou o Uruguai para o quadrangular final, para o qual o time brasileiro já estava garantido.

O Brasil terminou, assim, a primeira fase com 100% de aproveitamento: quatro vitórias em quatro jogos. Soma, portanto, 12 pontos, na liderança disparada do Grupo B. O Uruguai, com seis, também avançou. Já o Paraguai, que precisava da vitória nesta sexta, se despediu da competição com apenas três pontos. Pelo Grupo A, avançaram a Argentina e a Colômbia.

A seleção brasileira voltará a campo na segunda-feira, em sua estreia no quadrangular decisivo do Pré-Olímpico. A partida será disputada na cidade de Bucaramanga, também na Colômbia, e terá nas tribunas a presença de Tite, técnico da seleção principal.

Nesta sexta, o Brasil entrou em campo já classificado para o quadrangular final do torneio que concede duas vagas para os Jogos Olímpicos de Tóquio, em julho. Por isso, o técnico André Jardine aproveitou a partida desta noite para fazer testes e observações no grupo. Desta forma, escalou uma equipe praticamente toda reserva.

Em relação ao jogo anterior, contra a Bolívia, ele promoveu dez alterações. Somente o meio-campista Matheus Henrique foi mantido entre os titulares. E, mesmo municiado de reservas, o time brasileiro foi para cima no primeiro tempo e foi claramente superior ao adversário nos primeiros 45 minutos.

O principal nome do Brasil na etapa inicial foi Pepê. O jovem jogador do Grêmio desperdiçou as melhores oportunidades do primeiro tempo. Logo aos 7 minutos, ele chegou a ficar cara a cara com o goleiro Arzamendia, mas parou na grande defesa do paraguaio. Um minuto depois, ele perdeu outra boa oportunidade, desta vez de cabeça.

As oportunidades desperdiçadas começara a preocupar aos 23, quando o lateral Dodô recebeu belo passe de Yuri Alberto, entrou na área e acertou belo chute de cavadinha, para fora. Os erros de finalização passaram a ser a tônica da atuação brasileira, como também aconteceu aos 46, em chute de Igor Gomes para fora.

Depois de dominar a etapa inicial, a seleção brasileira voltou mais lenta para o segundo tempo. A lentidão foi agradava pela melhor disposição do Paraguai, que precisava da vitória para obter a classificação. O time rival voltou mais atento e acelerado e passou a “engolir” o time brasileiro com facilidade.

Os paraguaios começaram a criar seguidas chances de gol. Aos 10, o goleiro Cleiton derrubou Franco dentro da área, mas a arbitragem não anotou a penalidade. Cinco minutos depois, Hugo Fernández cobrou falta na área e Roberto Fernández cabeceou para as redes.

O empate brasileiro só veio quando Jardine passou a colocar os titulares em campo. Assim, entraram Paulinho e Bruno Guimarães em sequência. E foi justamente Guimarães quem deu a assistência para Paulinho entrar na área, conter a marcação e acertar belo chute para empatar o duelo, aos 29 minutos.

Nos minutos finais, cada equipe teve uma boa chance de balançar as redes. Aos 40, Pepê acertou uma cabeçada quase à queima-roupa Arzamendia fez linda defesa. Na sequência, Bareiro, livre na pequena área, mandou por cima do travessão.

Publicidade
Quando os paraguaios ainda se lamentavam, o Brasil decretou a virada no placar, aos 43 minutos. Pepê fez rápida tabela com Igor Gomes dentro da área e anotou belo gol, sacramentando o triunfo brasileiro. O atacante do Grêmio é um dos artilheiros da competição, com os mesmos três gols do colombiano Carrascal e do boliviano Abrego.

Fixa Técnica

BRASIL 2 x 1 PARAGUAI

BRASIL – Cleiton; Dodô, Bruno Fuchs, Ricardo, Iago; Maycon (Caio Henrique), Matheus Henrique (Bruno Guimarães), Igor Gomes, Bruno Tabata; Yuri Alberto (Paulinho) e Pepê. Técnico: André Jardine.

PARAGUAI – Marino Arzamendia; Rodi Ferreira (Giménez), Meza, Salcedo (Roberto Fernández), Espinoza; Villasanti, Morel, Paredes (Sergio Díaz), Hugo Fernández, Iván Franco; Bareiro. Técnico: Ernesto Marcucci.

GOLS – Roberto Fernández, aos 15, Paulinho, aos 29, e Pepê, aos 43 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Bruno Fuchs, Espinoza, Villasanti, Paredes.

ÁRBITRO – Piero Maza (Chile).

RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.

LOCAL – Estádio Centenário de Armenia, em Armênia, na Colômbia.

Fonte:estadãoconteúdo

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 16 de Fevereiro de 2020
Sábado, 15 de Fevereiro de 2020
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)