Cassilândia, Segunda-feira, 25 de Setembro de 2017

Últimas Notícias

18/02/2011 05:51

CNBB diz a Dilma que quer reforma política com participação popular

Luciana Lima, Agência Brasil

Brasília – A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em audiência ontem (17), com a presidenta da República Dilma Rousseff, defendeu que seja feita uma reforma política no Brasil com a participação efetiva da população. O presidente da CNBB, dom Geraldo Lyrio Rocha, entregou à Dilma um documento com a posição da Igreja Católica sobre o assunto.

“Nós entregamos nosso documento sobre a reforma do Estado com a participação democrática. Ela [a presidenta Dilma] demonstrou interesse e também disse que vai contar com a participação da CNBB, junto com as outras entidades da sociedade civil, nessa discussão”, disse dom Geraldo, ao deixar o Palácio do Planalto.

Dom Geraldo considerou que a reforma política não pode ser feita “nos gabinetes” e que deve levar em consideração a vontade do povo. A CNBB foi uma das apoiadoras da proposta de iniciativa popular da Ficha Limpa, que exige dos pretendentes a cargos públicos idoneidade perante a Justiça.

Na reunião com a presidenta, de acordo com dom Geraldo, foram debatidos também assuntos como o problema da falta de acesso à água, principalmente no Semiárido nordestino. A proposta é estabelecer uma parceria para a construção de 1 milhão de cisternas para famílias carentes de água.

Os representantes da CNBB também pediram à presidenta que a entidade seja ouvida em relação à reforma agrária e ao Código Florestal. Além disso, a CNBB pediu a Dilma maior atenção com as populações indígenas e remanescentes de quilombos. “São necessárias ações, principalmente nas áreas de saúde. Há também uma necessidade de fiscalização dos recursos empregados. Observamos que nem sempre os recursos chegam ao seu destino”, ressaltou.

Edição: Lana Cristina

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 24 de Setembro de 2017
18:01
Município suspende aulas
11:00
Mundo fitness
10:00
Receita do dia
Sábado, 23 de Setembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)