Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

15/01/2010 17:05

Chuva eleva nível de rios e deixa desabrigados em MS

Tribuna Popular

Ribeirinos do rio Aquidauna e do rio Apá começam a ser removidos de suas casas para abrigos devido as fortes chuvas que tem caído nos últimos dias nas regiões dos municípios de Aquidauana e Bela Vista.

Em Aquidauana, a ajuda começou desde a última quarta-feira (13), quando a primeira família desabrigada recebeu o auxílio. Com a constante chuva, que cai há quase uma semana na cidade, o nível do rio Aquidauana já superou a marca dos 7 metros , quando o nível normal é, em torno, de 3 metros.

Moradora da rua Nelson Felício dos Santos, próximo ao antigo Clube Feminino, Dona Anísia Miranda dos Santos, 76, foi a primeira moradora a solicitar o apoio do governo municipal, que realizou a mudança através da gerência de obras. “Já perdi a conta de quantas vezes tive que deixar minha casa e me mudar para outro local para não perder meus móveis”, afirma dona Anisia.

Viúva e morando há mais de 30 anos em Aquidauana, a dona de casa vive atualmente com seu filho que sobrevive da pesca no rio Aquidauana. “Estou cansada desta vida. Na enchente de 90 perdi tudo que eu tinha. Agora vou vender minha casa e sair da redondeza, quero morar num lugar alto da cidade”, desabafou.

As famílias estão sendo levadas para a escola Rotary Club, onde recebem auxílio do Governo Municipal, que por meio da Gerência de Desenvolvimento Social e Economia Solidária estará oferecendo alimentação, material de limpeza, colchões e cobertores.

Em Aquidauna, o apoio as vítimas das enchentes está sendo realizado pelo Corpo de Bombeiros por meio do telefone 193, ou ligar pela a base operacional I da Gerência de Obras nos telefones 3241-6097ou 3421- 4308.

Bela Vista

Em Bela Vista as famílias que moram na margem do córrego do rio Apa começaram a ser retiradas nesta madrugada. Ao menos seis famílias já foram removidas para abrigos.

As áreas mais afetadas são os bairros das Baixadas Fluminense e Corinthiana, onde moradores já retiraram móveis de suas casas e procuraram abrigos em casas de parentes.

Na baixada Fluminense são pelo menos duas famílias desabrigadas que deixaram suas casas e na Baixada Corinthiana perto de cinco famílias também já deixaram o local.

Segundo a moradora da baixada Corinthiana, Francisca da Silva, o rio vem enchendo rapidamente e já ilhou a sua casa desde a madrugada. “Torço para que o rio pare de encher pra eu não precisar sair daqui. Tenho poucas coisas aqui, mas é tudo que tenho e não quero me mudar. Cozinho num fogão de lenha que já está lá atrás de casa debaixo d’água . A água só não entrou aqui em casa devido o piso ser alto”, completou a moradora que reside no local há poucos meses juntamente com um filho .

Outro morador da mesma região tirou alguns pertences de sua casa e se abrigou na casa de um filho.


Segundo informações obtidas junto a secretária de assistência social do município, Rosa Izabel Ajala, já foram retiradas dos dois bairros perto de seis famílias. “Tem um caminhão se dirigindo agora para os locais da cheia para ajudar na remoção de mais famílias que estão sendo desabrigadas. Creio que já passa de dez famílias que estamos ajudando na remoção”, disse a secretária.

(Com informações da prefeitura de Aquidauana).





Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)