Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

28/10/2015 10:40

Cassilândia recebe livro que aponta número de vagas necessárias na pré-escola

TCE-MS

Cassilândia recebe hoje livro que aponta número de vagas necessárias na pré-escola em 2016.

A publicação traz uma radiografia da educação infantil, para mostrar a situação em que se encontra cada município em relação ao cumprimento da legislação em vigor e apresenta os valores para a construção das escolas necessárias para suprir o déficit e o investimento por aluno.

O livro, intitulado “Acesso à Educação Infantil da Pré-escola -Estudo e Análise da Realidade do Estado de Mato Grosso do Sul 2015 – Meta PNE 2016”, foi produzido pelo Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul com objetivo de auxiliar as prefeituras, inclusive, na elaboração do orçamento da área da educação para o ano que vem.

A obra, produzida em formato eletrônico, vai ser lançada às 15 horas desta quarta-feira, dia 28 de outubro pelo presidente do TCE/MS, Waldir Neves, e pela a coordenadora geral da Escola Superior de Controle Externo (Escoex), conselheira Marisa Serrano. “Desta forma estamos colaborando para que cada gestor municipal possa se autoavaliar e buscar o cumprimento da norma e a consequente qualidade educacional”, explica a conselheira Marisa Serrano.

Waldir Neves destaca que elaboração deste trabalho é uma iniciativa da diretora-geral da Escoex, conselheira Marisa Serrano, que ao longo de sua carreira se notabilizou pela preocupação com os assuntos ligados à educação. “Mais uma vez a conselheira Marisa Serrano contribui para o avanço e aprofundamento do debate acerca da qualidade dos serviços públicos”, destacou o presidente.

De acordo com a conselheira Marisa Serrano, cabe aos Tribunais de Contas, com base em recomendação do próprio PNE, colaborar com os órgãos de ensino, buscando uma necessária e eficiente política educacional. “O papel dos TCs passa a ser, além de verificar o dispêndio do legalmente previsto, o de auditar a qualidade da gestão pública”, explica Marisa Serrano.

A conselheira Marisa Serrano lembra que a disponibilização de indicadores que auxiliam a avaliação dos resultados da gestão educacional dos jurisdicionados teve início em 2013, quando o TCE-MS e a Escoex lançaram o primeiro livro da série Transparência com os indicadores de qualidade educacional no ensino fundamental e do gasto aluno/ano do período 2005 a 2011. O e-book é a terceira publicação da série Transparência.

O estudo foi elaborado pelas servidoras da Escoex, Viviane Amendola da Motta e Fernanda Olegário dos Santos Ferreira. Segundo Viviane da Motta, o e-book analisa a possibilidade de universalizar a educação infantil na pré-escola de acordo com a Meta 1 e a necessidade dos municípios se organizarem para cumpri-la. A meta 1 do PNE prevê universalizar, até 2016, a educação infantil na pré-escola para as crianças de quatro a 5 cinco anos de idade e ampliar a oferta de educação infantil em creches de forma a atender, no mínimo, 50% das crianças de até três anos até o final da vigência deste PNE.

Entre outras informações de grande importância o e-Book traz a relação dos Municípios que têm o maiores e os menores déficits de matrículas para crianças na pré-escola e uma visão geral da situação das pré-escolas em todos os municípios sul-mato-grossenses.

Com base em diversos indicadores oficiais o trabalho avalia a quantidade de salas de aulas que necessitam ser criadas na pré-escola, assim como custos propostos pelo FNDE em seus projetos padrões de educação infantil do programa ProInfância (Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil) para Mato Grosso do Sul, e também com base nos dados da Campanha Nacional pelo Direito à Educação – CAQi.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)