Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

15/02/2006 18:16

Caso Carandiru: Coronel é absolvido pelo Tribunal

Bruno Bocchini/ABr

Por 22 votos a 2, o Tribunal de Justiça de São Paulo acaba de absolver o coronel da polícia militar paulista Ubiratan Guimarães, condenado em 2001 a 632 anos de prisão pela morte de 102 dos 111 prisioneiros no complexo penitenciário do Carandiru, em 1992.

O tribunal acatou dois dos seis argumentos apresentados pela defensoria e reformou a primeira sentença, após decidir que a juíza do primeiro processo cometeu erros. A realização de outro julgamento dependerá de possível recurso a ser apresentado pela promotoria.

Representantes de diferentes organizações civis de defesa dos direitos humanos permanecem diante da sede do Palácio da Justiça, na Praça da Sé, no centro da capital, onde ocorreu o julgamento do coronel da polícia militar. Entre as entidades civis representadas estão o Movimento Nacional de Direitos Humanos, a Federação Interamericana de Direitos Humanos e a Comissão Teotônio Vilela.

Ubiratan Guimarães, atualmente deputado estadual pelo PTB, chefiou a operação militar para controlar uma rebelião dos internos do Pavilhão 9 do Carandiru, que resultou em 111 mortos, a maioria a tiros, em 2 de outubro de 1992. O coronel foi levado a júri popular em 2001 e condenado a 632 anos de reclusão, por ser o comandante da operação e ter autorizado o uso de armas pesadas contra os detentos.

Colaborou Paulo Montoia

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)