Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

06/06/2016 10:17

Brasil - Onde o futuro nunca chega

Manoel Afonso

Os eleitores tem na memória a frase “Brasil – o país do futuro”, repetida exaustivamente ao longo dos anos, passando a impressão de que em pouco tempo teríamos lugar garantido no pódio das grandes nações do mundo.
Esse ufanismo era usado pelos governantes para levantar a alta estima da população - e ao mesmo tempo esconder as dificuldades da época. Nestas ocasiões, o potencial econômico do país era ressaltado; as condições climáticas, nossa extensão territorial e as perspectivas de se tornar o futuro celeiro do mundo graças a produção agrícola.


Os propagadores desta tese evidentemente preferiram ignorar outros fatores decisivos na evolução do país. Assim, foram ignorados o planejamento na educação e na tecnologia, os investimentos na saúde, saneamento básico, transportes e na infraestrutura em geral.


Passadas várias décadas do lançamento do bordão futurista e analisando o quadro das nações que deram salto de qualidade de v

ida, percebe-se que o equívoco, e o pior: continuamos na contramão da trilha seguida por vários países.
Países diminutos, enfrentando problemas de fenômenos naturais do clima e da geografia dos territórios, superaram o gigante Brasil. A Coréia do Norte, o extraordinário Japão, e vários países asiáticos estão na lista daqueles que escolheram certo suas prioridades.


Essa realidade é vista e analisada principalmente pelos jovens que se preparam para ingressar nas universidades - e aqueles que sonham em entrar no mercado de trabalho após a conclusão de seus cursos superiores.


Não é por acaso que um grande contingente deles estão buscando oportunidades em outros países, apesar da política discriminatória e de outras dificuldades naturais que se apresentam aos imigrantes.


O tempo vai passando e como agravante veio o desânimo provocado pelos sucessivos escândalos político-administrativos que sangram fundo nossa economia e provocam efeitos colaterais, principalmente para essa nova geração que se apresenta.


Assim, o ceticismo vai tomando conta da sociedade, que continua fazendo a sua parte, mas admitindo que ‘ o futuro pode estar ainda muito distante’. É pena!


De leve...

 

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)