Cassilândia, Domingo, 18 de Agosto de 2019

Últimas Notícias

09/10/2018 10:40

Baixa popularidade e vazamentos de dados levam ao fim do Google+

Campo Grande News

 

Após o vazamento de dados de cerca de 500 mil usuários, além da baixa popularidade pelo mundo o Google anunciou o fim do Google+ nesta segunda-feira (8). Um erro nas interfaces de programa de aplicação permitiu que ao menos 438 aplicativos conectados ao serviço, acessarem dados restritos dos usuários, segundo a empresa.

A empresa não consegue precisar a extensão dos perfis afetados, mas afirma não haver evidências sobre o uso indevido das informações ou o envolvimento de desenvolvedores de programa no caso — que já foi resolvido.

O Google, em comunicado oficial, indica a vulnerabilidade de dados presentes em campos estáticos e opcionais da rede social, como nome, endereço de e-mail, ocupação, sexo e idade. No entanto, reforça a integridade de conteúdos postados ou conectados ao Google+, por exemplo, mensagens, dados da conta do Google, números de telefone ou conteúdo do G Suite.

Para os usuários se adaptarem, o encerramento vai durar 10 meses, com fim em agosto de 2019. Nos próximos meses, a plataforma fornecerá informações adicionais, que incluem formas de baixar arquivos e migrar dados.

Além da ameaça à segurança, outro fator considerado para o encerramento da rede social foi a falta de adesão dos usuários, conforme o Techtudo. O baixo uso e engajamento, com menos de cinco segundos de atividade em 90% das sessões, também foram relevantes.

O Google também admite que as análises internas mostraram uma dificuldade em desenvolver e manter APIs e controles para os interessados na plataforma. As investigações da empresa sobre o assunto começaram no início de 2018, com o lançamento do Projeto Strobe, a fim de rever o acesso de desenvolvedores tercerizados às contas e dispositivos Android. Além da política de obtenção de dados via apps.

Com esse investimento, foi possível detectar o bug em março deste ano e corrigir imediatamente, de acordo com o comunicado. Eles acreditam que a brecha foi possível por causa de um defeito na atualização do software, na época. Entretanto, o caso só chegou a público hoje, com o pronunciamento oficial no blog do Google.

Vale ressaltar que o regulamento geral de proteção de dados da União Européia exige que as companhias de tecnologia informem problemas com violação de dados pessoais em até 72 horas após a detecção do ocorrido.

Exceto em casos onde não há riscos aos direitos e liberdade dos usuários. No entanto, o Gigante de Buscas optou por "analisar o tipo de dados envolvidos, se a identificação dos usuários afetados era possível, se havia alguma evidência de uso indevido e se havia alguma ação que um desenvolvedor ou usuário pudesse realizar em resposta. Nenhum desses limites foram atendidos nesta instância".

A companhia decidiu redirecionar os investimentos no Google+ para atividades corporativas, com o lançamento de novos recursos, e informações a serem divulgadas nos próximos dias.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 18 de Agosto de 2019
Sábado, 17 de Agosto de 2019
09:00
Santo do Dia
Sexta, 16 de Agosto de 2019
14:00
Padaria artesanal em casa
11:00
Mundo Fitness
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)