Cassilândia, Segunda-feira, 16 de Julho de 2018

Últimas Notícias

17/07/2004 06:32

Aposentados e pensionistas recebem correção em parcelas

Keite Camacho/ABR

O governo definiu hoje o cronograma de pagamento da correção dos benefícios de aposentados e pensionistas do período de março de 1994 a fevereiro de 1997. Pelo acordo entre governo e representantes de aposentados, o reajuste passa a ser incorporado ao benefício a partir de setembro e os atrasados serão divididos em parcelas anuais. Cerca de 1,8 milhão de pessoas têm direito ao acréscimo que pode chegar a 39,67%.

As medidas dependem, no entanto, de publicação de medida provisória pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O ministro da Previdência Social, Amir Lando, informou que o texto da MP já está na mesa do presidente, que deve assiná-la na próxima quarta-feira.

O entendimento entre governo e aposentados estabelece que, para quem entrou com ação na justiça, o pagamento dos passivos acontecerá no prazo de 1 a 6 anos. Já para quem não buscou a justiça, o prazo de recebimento está entre 1 e 8 anos. Será necessário assinar um termo de adesão, que estará disponível em agências dos Correios, postos do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) e entidades representativas, como associações de aposentados e sindicatos.

Segundo Antonio Carlos da Costa, da Associação Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos, a escala de pagamento dos passivos foi montada com base nas faixas etárias e valores a receber. “Os valores serão parcelados por mês. Para quem tem mais de 70 anos e possui R$ 2 mil de passivo, terá um ano a receber. Entre R$ 2 mil e R$ 5 mil, em dois anos. Para quem tem entre 65 e 70 anos, com R$ 2 mil de passivo, terá dois anos para receber. Isso para quem ajuizou a ação”, explicou Costa, que participou da reunião.

O ministro Amir Lando disse que a concessão dos benefícios já estará na folha de pagamento do próximo mês, o que libera o dinheiro em setembro. "Em agosto, terão o benefício os que recebem o pagamento nos dias 1 e 6 de cada mês. Em setembro, será a vez dos dias 2 e 7 e assim sucessivamente. Até dezembro, todos os benefícios serão implementados". Ele acrescentou que, mesmo que o benefício seja implentado em dezembro, a correção será retroativa a agosto.

"Nós vamos dar um ano de prazo para essa adesão. Nós quisemos dividir neste período de seis meses até dezembro para evitar as filas e a demanda excessiva", disse Lando. Segundo o ministro, foi feito um exercício para que a sociedade pudesse suportar o impacto dos atrasados, que é de R$ 12,3 bilhões.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 16 de Julho de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 15 de Julho de 2018
10:00
Receita do dia
09:00
Santo do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)