Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

12/10/2005 08:53

Anvisa recebe propostas dos farmacêuticos

Bianca Paiva/ABr

A Associação Nacional dos Farmacêuticos Magistrais (Anfarmag) entregou ontem à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) uma proposta sobre a regulamentação das farmácias de manipulação. "Entregamos um parecer jurídico sobre as ilegalidades e inconstitucionalidades existentes na Consulta Pública (CP 31)", disse o presidente da Anfarmag, Hugo Guedes de Souza.

A Anfarmag alega que a CP 31 da Anvisa restringe a atuação dos farmacêuticos e das farmácias de manipulação. "A principal reivindicação é que as proibições dentro da CP 31 não venham em nenhuma regulamentação futura da Anvisa. A mais polêmica delas é que a farmácia de manipulação não possa fazer o medicamento na mesma dose que a indústria fizer", contou o presidente da associação.

Segundo o gerente da Anvisa, Antônio Carlos Bezerra, a Resolução 31 atualiza e aprimora os requisitos para as farmácias que desenvolvem medicamentos manipulados. "Ela traz uma série de requisitos quanto à condição de instalações, de procedimentos, do controle e da garantia da qualidade desses estabelecimentos no sentido do aprimoramento da qualidade do medicamento a ser entregue a população. De forma nenhuma temos a inserção no âmbito profissional farmacêutico. O que nós temos é o aprimoramento dessa legislação", explicou.

A consulta esteve disponível durante seis meses para análise da sociedade civil, entidades científicas e profissionais que quisessem colaborar para a consolidação de um documento final.

"A Agência vai ter agora o tempo necessário para avaliar em conjunto com os outros documentos de outras associações e instituições que também remeteram propostas para a melhoria da regulamentação. É uma prerrogativa da Anvisa atualizar essa norma em conjunto com todo sistema nacional de vigilância sanitária através das vigilâncias municipais e estaduais também", falou Antônio Carlos Bezerra.

O gerente da Anvisa disse ainda que será feita uma audiência pública, ainda neste ano, na qual será apresentado o documento final.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)