Cassilândia, Sábado, 26 de Maio de 2018

Últimas Notícias

04/11/2010 17:16

Alcides Silva: Língua portuguesa, inculta e bela!

Alcides Silva

Concordância verbal das porcentagens

Há uma noção básica, aprendida antes mesmo de se ir para a escola: o verbo deve concordar com o sujeito em pessoa e número: A primavera é a estação das flores. Os jogos começam às quatro horas da tarde.
Quando, porém, se tratar da concordância do verbo com uma percentagem (forma paralela: porcentagem), algumas cautelas são necessárias:
1º- Sem especificador, isto é, sem nada que indique a que se refere a percentagem, o verbo concorda com esta: 1% votou – 2% votaram – 10% escolheram. (observação: de 1,1% a 1,99%, o verbo permanece no singular).
2º- Com especificador, o verbo pode concordar com ele, especificador, ou com a percentagem. Minha preferência é pela concordância com o especificador, que é mais eufônica: 25% da receita de impostos vai para o Ensino – 21,50% do eleitorado deixou de comparecer no 2º turno – 100% da população quer fim da violência – 25% dos impostos vão para o Ensino – 4.4% dos eleitores anularam o voto no 2º turno – 100% dos moradores da cidade querem o fim da violência.
Especificador no singular, verbo no singular. Especificador no plural, verbo também no plural, essa é a regra geral.
3º- Quando o percentual é antecedido por um determinante, a concordância será feita com o determinante: Esses 25% da receita de impostos vão para o Ensino – A totalidade dos 25% dos impostos vai para o Ensino.
Observação: A forma erudita percentagem (do latim per centum) é a que tem prevalecido na norma culta. Todavia, porcentagem, que é um brasileirismo com grande curso e de origem correta (por + cento + agem), está se firmando como variante popular.

Concordância com Frações

Regra Geral: verbo deve concordar com o numerador da fração, ou seja, com o número de cima. Ex.:2/3 do funcionalismo recusaram-se a aceitar a proposta. 1/3 dos funcionários deverá recusou-se a aceitar a proposta.
No numerador plural sempre haverá duas palavras no plural (a palavra “dois” e a palavra “terços”, por exemplo). − Quando o numerador é singular, SÃO duas palavras no singular (“um” e “terço”, por exemplo).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 25 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Quinta, 24 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)