Cassilândia, Sexta-feira, 16 de Novembro de 2018

Últimas Notícias

12/02/2005 09:38

Adiada decisão sobre mudanças na Medida Provisória 232

Josy Macedo / Campo Grande News

A mobilização do setor produtivo contra a medida provisória que elevou carga tributária das empresas prestadores de serviço mantém se estagnado. Hoje em mais uma tentativa o presidente da Fiesp (Federação das Indústrias de São Paulo), Paulo Skaf, esteve reunido por mais de duas horas com o ministro Antonio Palocci (Fazenda), mas não houve avanços no debate, conforme informações da Folha Online. O que a Fiesp quer é a alteração de quatro pontos da MP 232. A medida elevou de 32% para 40% a base de cálculo da alíquota da CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido) e do Imposto de Renda para esse conjunto de empresas. A MP também prevê o pagamento da CSLL e do IR em cima dos ganhos que grandes empresas, com participação acionária no exterior, obtêm com variações cambiais. O deputado federal por Mato Grosso do Sul, Waldemir Moka (PMDB), membro da comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados, também se mostra contrário a pontos da MP. Em entrevista ao Campo Grande News no dia 3 de fevereiro, ele considerou “injustificável” o novo aumento da carga tributária embutido na proposta pela MP 232/2004. Com o aumento, o Governo vai obrigar mais de 1,8 milhão de agricultores isentos a pagar imposto de renda, argumentou à época. Uma próxima reunião írá ocorrer na próxima semana, provavelmente na quinta-feira, agora com a participação de lideranças partidárias.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 16 de Novembro de 2018
Quinta, 15 de Novembro de 2018
09:00
Santo do dia
Quarta, 14 de Novembro de 2018
09:00
Santo do dia
Terça, 13 de Novembro de 2018
17:57
Cassilândia/Paranaiba/Chapadão
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)