Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

12/02/2005 09:38

Adiada decisão sobre mudanças na Medida Provisória 232

Josy Macedo / Campo Grande News

A mobilização do setor produtivo contra a medida provisória que elevou carga tributária das empresas prestadores de serviço mantém se estagnado. Hoje em mais uma tentativa o presidente da Fiesp (Federação das Indústrias de São Paulo), Paulo Skaf, esteve reunido por mais de duas horas com o ministro Antonio Palocci (Fazenda), mas não houve avanços no debate, conforme informações da Folha Online. O que a Fiesp quer é a alteração de quatro pontos da MP 232. A medida elevou de 32% para 40% a base de cálculo da alíquota da CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido) e do Imposto de Renda para esse conjunto de empresas. A MP também prevê o pagamento da CSLL e do IR em cima dos ganhos que grandes empresas, com participação acionária no exterior, obtêm com variações cambiais. O deputado federal por Mato Grosso do Sul, Waldemir Moka (PMDB), membro da comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados, também se mostra contrário a pontos da MP. Em entrevista ao Campo Grande News no dia 3 de fevereiro, ele considerou “injustificável” o novo aumento da carga tributária embutido na proposta pela MP 232/2004. Com o aumento, o Governo vai obrigar mais de 1,8 milhão de agricultores isentos a pagar imposto de renda, argumentou à época. Uma próxima reunião írá ocorrer na próxima semana, provavelmente na quinta-feira, agora com a participação de lideranças partidárias.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)