Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

10/04/2006 20:30

Acordo repõe perdas de planos para trabalhadores de MS

Flávia Albuquerque

Um acordo fechado entre a Central Única dos Trabalhadores (CUT) e a Caixa Econômica Federal (CEF) garantirá aos trabalhadores de São Paulo e de Mato Grosso do Sul, cujos sindicatos e categorias são ligados à CUT, a reposição integral e das perdas no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) causadas pelo Plano Verão (1989) e pelo Plano Collor (1990).

O acordo beneficiará todos os associados desses sindicatos que não aderiram ao acordo proposto pelo governo de Fernando Henrique Cardoso em 2001, aceitando os valores propostos com deságio, ou que já receberam por outra decisão judicial.

Segundo o gerente da filial de FGTS da CEF em São Paulo, Gildásio Freitas Silveira, além daqueles trabalhadores que não aderiram ao acordo em 2001 ou receberam por decisão judicial, têm direito a receber os créditos todos aqueles que tinham uma conta com saldo no momento em que os planos foram instituídos.

O trabalhador que tem processo em andamento e quiser assinar o acordo terá de abrir mão desse processo aberto para poder receber os créditos antecipadamente. "A CEF não tem opção, é determinação judicial que ela pague os créditos. Como não há mais o que brigar, a CEF entende que é melhor sentar com os sindicatos e pagar de uma vez. É melhor que se acerte logo".

Têm direito a participar do acordo os trabalhadores filiados à CUT dos estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul. "A sentença que prevaleceu foi a dessa região. A CUT até tem um recurso para estender isso para todo país, mas hoje o que está previsto são esses estados", explicou Silveira. Ele afirmou que a CEF não tem o número correto dos trabalhadores que devem ser contemplados pela decisão, porque grande parte já recebeu quando aderiu ao acordo em 2001 e outros em ações judiciais.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)