Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

28/09/2009 16:51

A primeira mulher brasileira a comandar um petroleiro

Riomar Trindade, Agência Brasil

Rio de Janeiro - A paraense Hildelene Lobato Bahia, 35 anos e pouco mais de 1,5 metro de altura, tornou-se hoje (28) a primeira mulher brasileira a assumir o cargo de comandante da Marinha Mercante brasileira. Ela vai comandar o navio Carangola, da frota da Transpetro, empresa de logística do sistema Petrobras.

A primeira viagem de Hildelene em um cargo tradicionalmente reservado aos homens será realizado nos próximos dias e terá como destino a capital paraense, Belém. Ela está feliz e ciente da responsabilidade de comandar uma embarcação de grande porte para cabotagem

“É uma superação. Especialmente por ter conquistado este espaço para o mundo feminino”, disse Hildelene ao assumir o comando hoje, em solenidade realizada no píer da Praça Mauá, no centro do Rio.

A trajetória profissional de Hildelene começou em 1997. Logo após se formar em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Pará (UFPA), fez concurso para a Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante (EFOMM), apenas para acompanhar o irmão, que havia feito a inscrição. Para sua surpresa, conseguiu ser aprovada em 24º lugar e passou a integrar o primeiro quadro feminino do Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar (Ciaba), em Belém.

Quatro anos depois, já formada, após terminar a praticagem – espécie de estágio obrigatório feito a bordo – foi contratada pela Transpetro, tornando-se uma das primeiras mulheres a trabalhar na frota. Na primeira vez que embarcou, era a única figura feminina a bordo do Lorena. Além da estranheza dos tripulantes, Hildelene teve de driblar os receios dos pais, que acreditavam ser uma mudança muito forte na vida da filha.

No navio Lorena, Hildelene passou sete anos que marcaram seu pioneirismo na carreira marítima. Lá, tornou-se segundo e primeiro piloto, a primeira mulher no Brasil a chegar a imediato – segundo cargo na hierarquia de um navio – e a primeira capitã de cabotagem. Em 2003, fez concurso para a Transpetro e passou definitivamente para o quadro da frota.



Edição: Lílian Beraldo

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)