Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

16/12/2015 09:35

2016 - Sentiremos saudades de 2015?

Manoel Afonso

Não é possível. A cada projeção dos economistas sem vínculos com o Governo, aumentam nossas preocupações para o próximo ano. Assim o exercício do otimismo vai ficando cada vez mais difícil.


Alguns observadores até acham que pelo fato de termos eleições municipais em 2016 possa haver uma tênue melhora do quadro. Mas essa tese é rebatida pelo fato do Planalto não ter tanto interesse - os prefeitos estão em baixa e os investimentos não compensariam. Assim, guardaria munição para 2018. Procede.


Mas o fato é que, principalmente neste segundo semestre, a vida do brasileiro ficou muito ruim. O desemprego aumentou, a produção industrial caiu e nas cidades há o indicativo da crise nas placas de ‘vende-se ou aluga-se’ sem distinção de bairros e classes sociais.


O brasileiro comum percebe; mesmo no início do mês diminuiu o número de pessoas nas filas dos bancos. Também nos supermercados a crise refletiu; enxugaram o número de caixas, o horário de funcionamento foi encurtado e as compras são seletivas como se verifica nos carrinhos da clientela.


Portanto, neste ano, a mudança de hábitos da população é visível. As pessoas estão cortando os gastos com supérfluos e lazer inclusive. Aliás, um fato chamou a atenção: um circo instalado no estacionamento do shopping Campo Grande, mesmo cortando pela metade o valor do ingresso, continuou vazio e antecipou o fim da temporada. Isso sem contar que as salas de cinemas ficaram mais vazias ao longo de 2015.


Longe de fazer terrorismo econômico, a intenção é mostrar que realmente as perspectivas para o ano vindouro – no mínimo não são positivas. Se o pessoal diz que vai usar o 13º salário para pagar as contas atrasadas, é sinal de que há consciência geral do quadro futuro. Juízo e precaução.


Claro, a imprensa não pode exagerar na análise e muito menos tentar esconder o ‘óbvio ululante’ – como diria Nelson Rodrigues, mas tem o compromisso de alertar analisando os sinais ou indicativos que rondam nosso bolso no dia a dia.


Além de tudo isso, há uma crise política impulsionada pela ‘Lava Jato’, que acaba influenciando nosso imaginário. Mais do que nunca, teremos que ter fé, juízo e uma dose sem limites de otimismo para enfrentar 2016.


E a vida segue.


De leve...

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)