Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Sábado, 12 de Junho de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Transfusão de plasma contra covid-19 começa hoje em MS

Para o estudo, 120 pessoas serão selecionadas entre quem doará o material e quem receberá o componente

Por Lucia Morel , Campo Grande News - 15 de junho de 2020 - 07:02

Transfusão de plasma contra covid-19 começa hoje em MS

A primeira coleta de plasma de paciente curado de covid-19 em Mato Grosso do Sul, para ser aplicado em doente grave com a doença vai ocorrer hoje cedo no Hemosul de Campo Grande.

O tratamento faz parte de pesquisa, encabeçada Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP (Universidade de São Paulo), e conta com parceria do governo do Estado através da SES (Secretaria de Estado de Saúde).

O plasma é o componente líquido do sague e pode ser obtido através da doação sanguínea. Segundo uma das pesquisadoras, Patrícia Vieira da Silva, da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), não há até o momento terapia específica para a covid-19, mas a transfusão de plasma parece um método promissor.

“Essa forma de terapia, por meio da infusão de soro ou de plasma, é a única forma de conferir imunidade imediata, até que o próprio organismo afetado tenha tempo de montar a sua própria resposta imune”, explica.

Essa “resposta imune” costuma levar de alguns dias a algumas semanas para ser obtida e esse tempo, “é relativamente longo em casos de infecção por microrganismo de maior virulência”, relata a pesquisadora.

O estudo vai trabalhar com a hipótese de que a transfusão de plasma de doador curado poderá resultar em evolução clínica mais favorável e aumentar a taxa de sobrevida de indivíduos com acometimento grave pela doença.

Para testar a hipótese, serão tratados com plasma 40 pacientes com a forma grave da doença, que terão seus desfechos comparados com grupo controle constituído de 80 pacientes com características e gravidade clínica semelhante. Tais pessoas serão selecionadas por sorteio.

Cada paciente receberá uma dose aproximada de 10 mL/kg/dia de plasma convalescente (600 mL/dia para osadultos), por 3 dias consecutivos. Os participantes do estudo serão recrutados dentre os pacientes com infecção grave de covid-19, tratados no Hospital Universitário da UFMS e no Hospital Regional de MS. - CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

SIGA-NOS NO Google News