Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Sábado, 31 de Julho de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Não leia

Redação - 26 de maio de 2020 - 14:18

Artigo postado por Alcides Silva no Cassilândia Notícias em 29/10/2004 e o título também é o original.
Artigo postado por Alcides Silva no Cassilândia Notícias em 29/10/2004 e o título também é o original.

Lingua portuguesa, inculta e bela!

Puta, Puto, Rapaz, Rapariga


Em latim – e é bom esclarecer logo de início – as duas primeiras palavras que dão título à coluna de hoje, não tinham os significados chulos de agora. Puttus, i (com dois tês) era o substantivo que designava as pessoas de pouca idade: puttus, o menino, já rapazinho; putta, a menina, já mocinha, ambos pubens (na puberdade). Aos impúberes (menino ou menina) dava-se o nome de puer –éri. Daí os vernacularizados puerícia (= infantil), puericultura, pueril (= imaturo), puérpera (= mulher que deu a luz recentemente), febre puerperal (= febre que surge logo após o parto).
Rapaz, rapariga veio de rapace, originariamente o nome de uma legião romana, depois, dos jovens soldados daquela legião, os escudeiros, os legionários e, finalmente, homem adulto, mas ainda jovem.


Rapace também tem outro significado: o que agarra rapidamente, o que rouba. Com a decadência de Roma, seus exércitos ficaram sem suprimentos, e os seus soldados (os legionários) foram se tornando salteadores, saqueadores, pilhando o que encontravam pela frente, porque o governo imperial não lhes pagava os soldos.


Essa é a razão de a voz rapace, nos bons dicionários de língua portuguesa, ser sinônimo de ladrão.


A palavra que atribuía vida de cortesã a alguém, primitivamente era o substantivo prostibulum, i = prostituta; depois, o adjetivo prostitútus, a, um, particípio do verbo prostituère 'prostituir'.


Com um só tê, putus, a, um, era um adjetivo que expressava a idéia de puro, purificado, limpo, cuidado, e o verbo puto, as, áre, avi, átum, a ação de limpar, purificar.


Do imperativo desse verbo (puta, com um só tê) nasceu putativu = putativo, com o significado de suposto, imaginado, reputado, tido, havido, presumível): pai putativo é aquele que se crê pai de uma determinada pessoa, ainda que não o seja. São José é o pai putativo de Jesus, segundo os relatos bíblicos (S.Mateus, 1, 18-21).


Em direito, diz-se putativo tudo aquilo que parece ser, embora não o seja. Que tem aparência de verdadeiro, de juridicamente certo, de legal, mas não o é. A 'legítima defesa putativa', por exemplo, é o ato de quem reage na crença de que vai sofrer uma injusta agressão.


Na língua portuguesa existem palavras que pela colocação na frase se supõe de uma categoria gramatical, mas pertencem a outra.


É o caso dos adjetivos substantivados e dos substantivos adjetivados. São palavras putativas, tidas e havidas de uma categoria gramatical, mas exercendo uma outra função.


Às vezes, numa oração, podemos suprimir o substantivo quando acompanhado de um adjetivo sem que a frase perca o sentido:


"Mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha, do que um rico entrar no Reino de Deus" (S. Mateus, 19, 24).


O adjetivo rico é normalmente compreendido sem o auxílio do substantivo (homem). É um adjetivo substantivado, isto é, um suposto substantivo, um adjetivo reputado como substantivo, putativo, pois!...

SIGA-NOS NO Google News