Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quarta, 17 de Agosto de 2022
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Presidente da Bolívia diz que preço do gás vai aumentar

André Deak / ABr - 04 de maio de 2006 - 14:29

A Agência Boliviana de Informação (ABI) divulgou texto hoje (4) na qual o presidente da Bolívia, Evo Morales, afirma que o preço do gás extraído no país irá aumentar. "Sim, Brasil e Argentina têm que aumentar o preço do gás que estão comprando. Segundo o acordo, os preços já deveriam ter sido revisados em 2004. Lamento que os governos não tenham feito isso", diz Morales, à ABI, agência oficial de comunicação do país

No texto, o presidente boliviano explica que a reunião de hoje (4) com os presidentes do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, e da Argentina, Néstor Kirchner, não é para negociações, mas para levar adiante a integração energética da região sul-americana. "A nacionalização é uma decisão soberana e não negociaremos nada sobre esse tema", afirma Morales.

Ontem, o presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, disse que o Brasil respeitará as decisões do governo boliviano de controlar as refinarias e de aumentar os impostos sobre a produção de gás e petróleo no país, a partir do decreto que nacionaliza as reservas da Bolívia.

Contudo, Gabrielli ressaltou que não aceitará um aumento no preço do gás que é exportado ao Brasil. De acordo com a Petrobras, o contrato entre a empresa e o governo boliviano sobre comercialização prevê, inclusive, a arbitragem de um tribunal de Nova York.

SIGA-NOS NO Google News