Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quarta, 8 de Dezembro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Peixes estão diminuindo nos rios do Estado

Agência Popular - 08 de maio de 2003 - 10:10

A população de peixes vem diminuindo a cada ano nos rios de Mato Grosso do Sul, de acordo com dados do Sistema de Controle da Pesca (SCPesca) da Secretaria de Estado Meio Ambiente (Sema).
Conforme o controle realizado pela Gerencia de Biodiversidade da Sema, espécies como o dourado tiveram 37 toneladas retiradas dos rios do Estado em 2000 e 28 toneladas em 2001 por pescadores amadores. Já a pesca profissional desta espécie caiu de 4 toneladas em 2000 para 2 toneladas em 2001. A pesca do pacu também diminuiu, foram 129 toneladas em 2000 para 117 em 2001 por pescadores amadores e 29 toneladas em 2000 para 19 em 2001 por pescadores profissionais. O que o número de pescadores profissionais aumentou de cerca de mil para 3.600, de acordo com o cadastro da Sema e até 2001, já o número de pescadores amadores diminuiu de 43 mil em 2000 para 35 mil em 2001.
Através do SCPesca, é possível esboçar um perfil da pesca no Estado , identificar algumas tendências e obter resultados sobre a avaliação do nível de exploração dos estoques pesqueiros das espécies contabilizadas. A avaliação é uma importante ferramenta que permite fazer previsões sobre os estoques e apontar diferentes opções para o manejo da pesca.
Segundo o secretário de Meio Ambiente, Marcio Portocarrero, a pesca amadora representa 60% de todo o volume de peixes retirado dos rios do Estado e os outros 40% são dos pescadores profissionais. Em 2001 333 toneladas de peixes foram retiradas por pescadores profissionais e 480 toneladas por pescadores amadores.
A partir de 1998 ocorreram cheias bem menores que as dos anos anteriores, atingindo a marca de 3,15m em 2001, a menor cheia do rio Paraguai registrada nos últimos dez anos. Assim, é importante considerar a influência negativa deste período de “pequenas cheias” de 1998 a 2001 sobre a produção natural de peixes e sua influência na pesca.
Uma das medidas para preservar as reservas de recursos pesqueiros foi estabelecer cotas de pescado para a pesca amadora, estabelecidas em 2002, que foi de 12 quilos mais um exemplar de qualquer peso. Este ano está em vigor 10 quilos mais um exemplar, em 2004 será de cinco quilos mais um exemplar e em 2005 o pescador amador poderá retirar do rio apenas um exemplar
.

SIGA-NOS NO Google News