Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Sábado, 13 de Agosto de 2022
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Meirelles evita confronto com Mantega

28 de abril de 2006 - 15:53


O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, abriu uma palestra no Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças (Ibef), mencionando as declarações do ministro da Fazenda, Guido Mantega sobre a ata do Comitê de Política Monetária (Copom), que determinou a redução da taxa de juros para 15,75%.

Meirelles evitou o confronto com as opiniões de Mantega e disse que a ata traz apenas indicações sobre as próximas decisões. \"A ata é extremamente clara e direta. Ela não diz qual vai ser a decisão seguinte. Se for assim, deveria publicar uma tabela. E a economia não funciona assim\", disse o presidente do BC.

Ontem, Mantega contrariou a ata do Copom, divulgada pela manhã, ao dizer que não há razão para cortes menores na taxa de juros. A ata sinalizou redução ou até interrupção da queda dos juros básicos da economia. De acordo com a ata, \"a flexibilização da política monetária deverá ocorrer com maior parcimônia, devido às incertezas em relação aos efeitos dos últimos cortes\".

Reforçando a posição do Banco Central, Meirelles afirmou que \"quando a ata fala que há incertezas em relação ao assunto xis, quer dizer que existem incertezas\". Segundo ele, a ata não fornece uma indicação precisa e o que está escrito não se concretizará necessariamente como uma decisão. \"Tudo o que o Copom julgou relevante está na ata\", resumiu.




Invertia

SIGA-NOS NO Google News