Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Segunda, 8 de Agosto de 2022
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Copom deve flexibilizar um pouco mais a taxa de juros

Stênio Ribeiro/ABr - 30 de maio de 2006 - 11:04

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central inicia hoje (30) a quarta reunião do ano com o objetivo de reduzir a taxa básica de juros (Selic), que está em 15,75% ao ano.

A expectativa geral dos especialistas do mercado financeiro é de que o colegiado do BC reduza a taxa em pelo menos 0,50 ponto percentual, de acordo com a pesquisa semanal que o BC divulgou ontem no Boletim Focus.

A reunião de dois dias começa logo depois das 15 horas, com a participação de todos os diretores do BC. Ele vão ouvir análises técnicas dos chefes de departamento e do gerente de Relacionamento com Investidores.

Essas exposições que versam sobre controle da inflação, política monetária, setor externo, macroeconomia, política fiscal e demais aspectos que possam influir no processo de abrandamento da taxa de juros.

A definição mesmo sobre a "calibragem" dos juros só será anunciada no início da noite de amanhã (31), quando terminar a segunda parte da reunião, da qual participam só os nove dirigentes do BC (com direito a voto) e o chefe do Departamento de Política Econômica (sem voto).

Até o ano passado, as reuniões do Copom eram mensais, mas o BC resolveu espaçá-las, a partir deste ano, para intervalos médios de 45 dias. Então, ao invés de 12 encontros do colegiado neste ano serão realizados apenas oito.

Os analistas financeiros ouvidos pelo BC mantêm a expectativa de quedas gradativas da taxa básica de juros, de modo a chegar ao final do ano entre 14% e 14,25%.

SIGA-NOS NO Google News