Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Segunda, 10 de Maio de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Cidades do interior de MS sinalizam interesse em comprar Coronavac

Maiores cidades do Estado aguardam posição do Governo, mas têm intenção de compra

Karina Campos, Midiamax - 10 de dezembro de 2020 - 19:24

(Foto ilustrativa: Tânia Rêgo | Agência Brasil)
(Foto ilustrativa: Tânia Rêgo | Agência Brasil)

Assim como Campo Grande, outras cidades de Mato Grosso do Sul também demostram interesse na aquisição de doses da vacina de imunização contra a Covid-19, o novo coronavírus. Adquirida pelo Governo de São Paulo, as doses da Coronavac serão disponibilizadas, segundo o Governo paulista, para compra de outros estados e municípios.

A fabricação das doses pelo Instituto Butantan iniciou nesta quinta-feira (10). Em Campo Grande, segundo afirmou o prefeito Marquinhos Trad, a previsão é que a vacinação inicie em 25 de janeiro, mesma data já anunciada pelo Governo de São Paulo.

A cidade de Ponta Porã soma 1.787 casos confirmados, sendo 42 óbitos em decorrência da doença desde o início da pandemia. Conforme o secretário municipal de saúde de Ponta Porã, Patrick Carvalho Derzi, o munício não deve tomar decisão sem aval do Governo do Estado.

“Se uma vacina for aprovada, não houver posicionamento do governo para disponibilização, e se tiver recursos, o município irá buscar, mas dependemos de diretrizes. Estamos aguardando as próximas decisões”, disse.

A prefeitura de Três Lagoas informou que também aguarda um posicionamento da União e da SES (Secretaria Estadual de Saúde). O município registrou 3.566 casos confirmados da doença, sendo 48 óbitos. A taxa de letalidade na cidade é de 1,3%.

Secretário municipal de Saúde de Corumbá, Rogério Leite, há sim a intenção do município na compra após a disponibilidade da vacina, desde de que esteja dentro do orçamento existente para combate à Covid-19.

Vacinas em janeiro


O prefeito Marquinhos Trad (PSD) confirmou, na tarde desta quarta-feira (9), a solicitação de 200 mil doses da vacina Coronavac para imunização contra a Covid-19, o novo coronavírus, e estima que a primeira remessa chegue ainda no mês de janeiro de 2021, na Capital.

O Governo do Estado também demostrou interesse de compra de 700 mil doses, a prefeitura estimou que deve adquirir 200 mil doses da vacina. O Estado já classificou o grupo prioritário, para idosos acima de 70 anos, índios e profissionais da saúde e educação do Estado.

Nos siga no Google News