Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Sexta, 7 de Maio de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Brasileiro de motovelocidade chega à São Paulo

Willian Santos - 29 de maio de 2003 - 09:01

A motovelocidade brasileira retorna a São Paulo. Neste final de semana (31/05 e 1/06), será disputada no Autódromo de Interlagos, a quarta etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, categorias 125cc Júnior, 125cc, 250cc, 500cc e Supersport “A” e B “”. No sábado serão realizados treinos livres (das 9h10min., às 13h) e cronometrados (14h às 16h40min.). Já no domingo, as provas começam a ser disputada a partir das 12h, nesta ordem: 250cc, 125cc, 500cc e Supersport.

Equilíbrio

O equilíbrio tem sido a marca da competição na atual temporada. Na categoria Supersport “A”, César Barros (Vaz Racing), de São Paulo, mantém a liderança da competição com 58 pontos; seguido do campeão do ano passado, Gilson Scudeler (Vaz/Andorra/Kawasaki/Castrol/Pirelli), com 50. Adilson Cajurú (Honda/Móbil/Matsuo/Pirelli), é o terceiro com 45. Todos os três pilotos são radicados em São Paulo.
Na Supersport “B”, pilotos também de São Paulo, ocupam as duas primeiras colocações. Liderando a competição aparece Pierre Chofard (Clube da Moto/Alemão Rodas), com 63 pontos. Marcelo Mistrorigo (Netcompany/Spiga Racing/Motossracing), é o segundo colocado com 55. Victor Braga (]VTB Racing), do Pará, é o terceiro, com 40 pontos.

Goiás na frente

A briga continua ponto a ponto na categoria 500cc. O goiano Edson Morales (Prefeitura de Goiânia/Moto Limonge) está na frente na classificação um ponto à frente do paulista Leandro Panadés. O primeiro tem 66, contra 65 do segundo. Marco Aurélio Brunheroto (Alguma Gaz Natural), segue distante, em terceiro, com 38 pontos.
Na categoria 250cc a liderança é do brasiliense Luiz Gustavo Mendonça, com 25 pontos, seguido de Frederico Inácio, de Goiás, com 20 e Lazáro Júnior, também de Brasília, com 16 pontos. Esta será a segunda prova da categoria. A etapa de abertura foi realizada em Brasília.
Enquanto isto, os pilotos do Distrito Federal, confirmando a tradição que os brasilienses vem mantendo nestas categorias lideram a 125cc e a 125cc Júnior. Na primeira Alexandre Louza (Moto & Cia/Brasília Motor Racing), tem 54 pontos; seguido de perto por William Pontes, também de Brasília, com 52. O terceiro lugar é do paranaense Fábio Peason (Motopark/Anestevel), com 51. O equilíbrio dita o ritmo nesta categoria.
Já na 125cc Júnior, que reúne pilotos de 12 a 17 anos, a liderança é de Gilson Romani, piloto de Brasília, com 65 pontos. Em segundo está Felipe Garcia (Polux/Riffel/Brasília Motor), com 57. Luiz Carlos Pinto (Moto Classe Honda), do Rio de Janeiro, é o terceiro, com 49.

Incentivo

A categoria 125cc Júnior foi criada pela Confederação Brasileira de Motociclismo para incentivar o surgimento de pilotos com potencial de se transformarem em novos Alexandres Barros – único piloto brasileiro que disputam o Mundial de Motovelocidade. Além dos três ponteiros na tabela de classificação, outras revelações tem feito bonito nos circuitos brasileiros, como o mineiro Philipe Thiriet (Vaz/Motul/Motocicity/Draft), em quarto com 38 pontos; o carioca Pedro Crisphin Guaraná (Podium/Gabicar/Riffel/Isamotos); Felipe Del Bosco Tardim (Riffel/Brasília Motor RAcing) e Caio César Tavares (KM/Freedom/Papalegua Motos), estes últimos do Distrito Federal.
Ainda nesta categoria, o campeonato tem ainda a presença das três primeiras mulheres a disputarem o Brasileiro de Motovelocidade: Raphaela Del Bosco (Riffel/Brasília Motor Racing), a pioneira das pistas e a melhor colocada na competição, com 31 pontos e que está em sexto lugar; Débora Garcia (Pollux/Riffel/Brasília Motor Racing), com 25, em sétimo e Juliana Figueiredo de Pinho (Michelin/Rio Racing/Street Race), com 19, em nono. Todas as três são filiadas à Federação do Distrito Federal.

Nos siga no Google News