Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

19/04/2014 08:34

Vice-presidente do jurídico da Lusa deixa cargo após time entrar em campo

Uol

Orlando Cordeiro de Barros não é mais o vice-presidente jurídico da Portuguesa, anunciou ele mesmo em entrevista à ESPN Brasil nesta sexta-feira, depois do clube paulista entrar e, posteriormente, se obrigado a deixar o gramado da Arena Joinville graças à uma liminar obtida por um torcedor na Justiça.

Na sua declaração à emissora, Orlando explicou que sua decisão foi tomada porque o clube contrariou a ordem do próprio departamento jurídico, que recomendou que os jogadores não entrassem em campo para a partida com o Joinville, pela primeira rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

"O que eu recomendei à diretoria e ao presidente (Ilídio Lico) é que com a liminar em vigor a Portuguesa não entrasse em campo, cumprisse a determinação judicial", declarou o ex-vice-presidente jurídico do clube rubro-verde.

"Todas as possibilidades foram estudadas. Há outras ações em curso, há a da Portuguesa, do Ministério Público. Se você tem uma decisão judicial, mesmo que precária, você tem que cumpri-la. O que você não pode é vacilar e fazer coisas diferentes. Decisão não se discute, se respeita e se acata", afirmou Orlando.

De acordo com o ex-vice-presidente, a sua orientação era que a Portuguesa não entrasse em campo, mas Ilídio Lico decidiu que o time deveria ir jogar. A ordem do presidente motivou Orlando a revelar que deixaria seu cargo, pela discordância e postura contrária às suas sugestões.

Na última quinta-feira, Orlando Cordeiro de Barros se manifestou em nome do clube a respeito do pedido de adiamento do jogo que teve início nesta sexta-feira. "Não estamos falando da Portuguesa nessa ação popular, estamos falando do bem comum de todos, e temos que respeitar não só a decisão que nos favorece, mas qualquer decisão da Justiça. Se não podemos jogar por conta da liminar, não vamos entrar em campo", explicou o então responsável pela parte jurídica do clube rubro-verde.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)