Cassilândia, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

18/02/2005 16:40

Veto tira R$ 1 milhão ao mês de pecuaristas

Acrissul

A missão européia, que visita Mato Grosso do Sul entre os dias 18 e 24 de abril, deve percorrer os 14 municípios impedidos de exportar gado. O veto acaba fazendo com os pecuaristas da região percam, em cotação, R$ 1,00 por arroba, uma conta que, no fim do mês, significa um prejuízo estimado em R$ 1 milhão e, no ano, chega a R$ 14 milhões. O secretário de Defesa Agropecuária do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), Gabriel Alves Maciel, que está em Campo Grande para discutir ações de combate à febre aftosa, disse que irá aos municípios antes da missão, para avaliar as condições de segurança, vacinação e fiscalização.

“É necessário traçar ações conjuntas para se evitar o trânsito livre de animais”, afirmou, referindo-se ao país vizinho, Paraguai. Em um segundo momento, a equipe do ministério vai verificar a estrutura da Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal). Desde 1992, estão impedidos de comercializar carne bovina os municípios: Jardim, Porto Murtinho, Ribas do Pardo, Rio Negro, Aquidauana, Bodoquena, Miranda, Sonora, Bonito, Caracol, Coxim, Pedro Gomes, Rio Verde de Mato Grosso e Corumbá.

O último caso de febre aftosa em Mato Grosso do Sul foi registrado em 18 de janeiro de 1999. Em 2002, o Estado recebeu o Certificado de Área Livre de Aftosa com Vacinação, da OIE (Organização Internacional de Epizootias).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)