Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

06/04/2014 15:22

Vereadores pedem para que Cassilândia fique conhecida como a Capital do Rodeio

Bruna Girotto

EXMO. SR. PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE CASSILÂNDIA – MS.

Os Vereadores que esta subscrevem e ao final assinam, Indicam à Mesa, que após cumpridas as demais formalidades regimentais de estilo, seja encaminhado expediente ao Excelentíssimo. Sr. Professor Rinaldo, DD. Deputado Estadual, solicitando do mesmo a possibilidade de elaborar um Projeto de Lei na Assembléia Legislativa de Mato Grosso do Sul, que conceda ao nosso município de Cassilândia o título de Capital do Rodeio do Estado de Mato Grosso do Sul.

JUSTIFICATIVA:

O Estado de Mato Grosso do Sul no que concerne a eventos socioculturais dispõe de inúmeras demonstrações que retratam, com aprumada fidelidade, a essência de nossa sociedade. A riqueza da cultura brasileira, de infinitos matizes, externa a magnitude de nosso País em suas manifestações populares.

A cultura popular é a expressão mais legitima e espontânea de um povo e neste diapasão, os vários segmentos sociais se interagem na busca da concretização dos eventos de congraçamento e integração social.

Nesse contexto, na mesma época que Cassilândia se configura como município, o rodeio esportivo surge como evento no Brasil. Inspirado no trabalho de manejo do gado em fazendas, o rodeio foi concebido inicialmente como um desafio entre os peões, o passatempo nos momentos de folga transformou-se em festas do peão caindo logo no gosto popular porque retratavam o dia-a-dia das fazendas. As primeiras festas do peão acontecem em Barretos, no ano de 1955, sendo que a consagração destes eventos típicos com montarias em cavalos e touros acontece nos anos de 1960 e 1970.

Com iniciativa, amigos ligados ao agronegócio local, vendo a expansão deste tipo de evento no país, resolvem organizar uma festa do gênero para celebrar o aniversário da cidade e, concomitantemente, homenagear as raízes populares da região.

Verdadeiros pioneiros, em agosto de 1968, organizaram a Festa do Peão, tudo na base do improviso, cercaram um terreno no centro da cidade ao lado de um salão de festas muito famoso da época, construíram arena, rancho para abrigar os peões de outras cidades. A festa caiu no gosto da população, incentivando os pioneiros a realizar outra, no próximo ano, da mesma forma no improviso, mudando apenas o local, para as proximidades do Cassilândia tênis clube (CTC).
Com o efeito, reuniram-se com mais produtores rurais a fim de organizar uma festa maior de destaque para cidade e unir forças a pecuária local, desta união nasce o Sindicato Rural de Cassilândia, em 1969.

Lançaram-se ao desafio instigante em tornar realidade o sonho da 1° Festa do Peão de Cassilândia há 44 anos. Romperam barreiras, que muitos julgavam-nas instransponíveis, conclamando a sociedade local e dos municípios adjacentes.
O Sindicato Rural de Cassilândia adquiriu um recinto próprio para a realização do evento na saída para o município de Paranaíba. A partir desta data, a organização do evento passou a ser levada a sério, pois com infra-estrutura própria o recinto já possuía uma arena para a realização das montarias, palco de shows, onde recebia os melhores cantores da época, alojamento para os peões, área para o comércio de alimentos e bebidas, entretenimento e parque de diversão. Em 1971 foi montada a arquibancada para o público assistir às montarias, e assim mesmo, improvisada. Como a arena foi construída num buraco, o barranco deste buraco foi coberto com palha de arroz e serviu para o público sentar e assistir ao rodeio. Em 1976 devido ao sucesso que o rodeio vem fazendo no município e região atraiu muitos patrocinadores, e a premiação começa a ser um carro 0KM ao 1°colocado e uma moto 0km ou 2° colocado. Nos anos de 1984 e 1985, além dos rodeios em cavalo, havia as competições do rodeio amador em touros. E no ano seguinte inicia-se o rodeio profissional em touros, tendo como premiação dois carros 0Km e duas motos 0Km a cada modalidade, e premiação em dinheiro até o 5 colocado. Maior atrativo da festa até os dias de hoje.
Com o passar dos anos os promotores deste evento vêm se comprometendo em melhorar a estrutura do recinto, Em 1987 o Sindicato Rural comprou um terreno maior e inaugurou o novo recinto da Festa de Peão de Boiadeiro, na saída para o município de Chapadão do Sul/MS. É neste local onde até hoje é realizado o evento, com arquibancada de concreto com capacidade para 6.250 pessoas sentadas, e a área total do recinto com capacidade para 20.000 pessoas. A comemoração passou a ter cinco (05) dias de programação, iniciando-se sempre na quarta-feira e terminando no domingo. O ano de 1991 foi marcado pela última locução do Zé do Prato, locutor oficial do rodeio de Cassilândia desde 1970, e considerado o melhor locutor de rodeios do Brasil.
Em 2004 foi realizada a 1º exposição de gado Nelore, onde foram montados dois circos e dois barracões de estrutura metálica com capacidade para 60 animais. Neste ano a Festa de Peão de Boiadeiro de Cassilândia foi considerada a 5ª melhor festa do gênero pela TV Record, que se baseou numa série de reportagens sobre as curiosidades, o peão brasileiro e o mundo do rodeio e leva em consideração a premiação, a organização, nível das tropas e peões participantes do evento.

Com o tempo, a diretoria do Sindicato Rural tomou algumas iniciativas para homenagear aqueles que marcaram a história da Festa do Peão, desse modo construiu uma estátua em homenagem a Cassius Clay Ferreira da Silva, o peão mais importante do município, representando todos os peões de rodeio, e colocou na entrada da cidade em frente do recinto onde é realizada a Festa do Peão de Boiadeiro de Cassilândia. Além disso, fez um ranking com o nome de todos os campeões do rodeio em touro e cavalo, desde o primeiro evento. Também homenageou o maior locutor de rodeios do Brasil, Zé do Prato, com a colocação de seu busto na entrada do recinto da festa.

Por intermédio de vossa excelência, em 2008. A Festa do Peão de Cassilândia foi incluída no Calendário Oficial de Eventos do Estado de Mato Grosso do Sul.
Além do espetáculo proporcionado pelos peões durante o rodeio, são realizados ainda, grandes shows com artistas renomados, exposições e leilões de gado, bailes, dentre outras atividades sociais, como parque de diversões e praça de alimentação. Dando-lhe magnitude e zelando para que haja continuidade da incansável e destemida postura dos pioneiros. Ressalta-se ainda que a Festa do Peão de Cassilândia não tem apenas importância cultural, mas também econômica, pois movimenta todo o comércio local durante sua realização, recebendo nos cinco dias de festa, em media trinta e cinco mil (35.000) visitantes. Sendo a festa que mais incentiva o turismo no município e uma das únicas festas do gênero no Estado, tendo como premiação, 2 (dois) carros 0Km e 2 (duas) motos 0Km e premiações em dinheiro até o quinto colocado. Para as modalidades, touros e cavalos.

Hodiernamente, Devido ao grande numero de jovens peões no município e região que sonham em entrar no rodeio profissional de Cassilândia, o sindicato rural teve a iniciativa de promover um ranking. Copa rodeio, com três etapas, e os finalistas desta, terão a chance de participar do rodeio profissional na disputa de um carro 0Km.
Por esse prisma, o rodeio virou esporte local, temos vários peões Cassilandenses de destaque no cenário do rodeio. Outros sonham em serem grandes campeões, treinando incansavelmente nos rodeios amadores, dos fins de semana em diversas propriedades rurais do nosso município e região. É comum encontrar arena de rodeio nas propriedades aqui. Pecuaristas admiradores do esporte investem e treinam bois para pular em rodeio, e vendem a preços exorbitantes para companhias de rodeio de outros estados. Lendo avante o nome do nosso município a outros estados. E a cultura da comunidade cassilandense.

Aliado ao desenvolvimento social, e também o desenvolvimento econômico. Cassilândia faz jus ao título de Capital do Rodeio do Estado de Mato Grosso do Sul. Nosso pioneirismo do rodeio no Estado merece reconhecimento, tendo valorização da nossa cultura e identidade local, constituída há 44 anos.

Assim, considerando as assertivas acima alinhavadas, transmito o pedido da diretoria do Sindicato Rural de Cassilândia. Rogando ao Nobre que apresente, projeto de lei na assembléia legislativa.

Limitado ao exposto, reiteramos nossos votos de apreço e distinta consideração.
Plenário “JOAQUIM PAULINO BORGES”, 27 de Fevereiro de 2014.

Samuel Béu Gomes
Vereador - PP.

Arthur Barbosa de Souza Filho
Vereador – PP.

Claudete Dosso
Vereadora – PSDB

José Martiniano de Moura
Vereador - PRP.

Valdecy Pereira da Costa
Vereador – PMDB.

Waddyh Moysés Neto
Vereador - PTC.

Francisco Machado Filho
Vereador - DEM.

 

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)