Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

14/07/2005 13:09

Valério usou nome de ferroviário morto para fazer saques

Malu Prado / Campo Grande News

Documentos publicados nesta quinta-feira no jornal O Globo revelam que o publicitário Marcos Valério, acusado de ser o operador do mensalão, usou um “fantasma” para fazer saques da conta da SMPB, na agência do Banco Rural, em Belo Horizonte (MG).

Conforme relatório do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) entregue à CPI dos Correios, Valério teria usado o nome do ferroviário mineiro Jonas de Pinho, 81 anos, que morreu em 31 de dezembro de 1999, de choque séptico, pneumonia e doença pulmonar. Valério teria usado o nome do ferroviário três anos e sete meses depois da morte dele.

Conforme a reportagem, o relatório aponta que em 16 de julho de 2003 uma pessoa teria se passado por Jonas, usado o CPF dele e sacado o dinheiro, ao todo R$ 152 mil. A SMPB foi aberta três meses após a morte do idoso, segundo a publicação. A CPI dos Correios vai analisar os documentos.

Hoje, um policial foi flagrado queimando documentos contábeis da empresa DNA, também de Marcos Valério. Uma reportagem publicada pela Folha Online que revela um policial aposentado com nome ainda não divulgado foi pego durante uma operação do Ministério Público, a Polícia Civil e a Polícia Federal em Belo Horizonte. A polícia ainda encontrou armas, munições, granadas e explosivos. O jornal informou que a polícia recebeu uma denúncia de que haveria drogas na casa onde os documentos estavam sendo incinerados.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)