Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

15/09/2004 08:29

Vaga gratuita em faculdades é tentação a vestibulandos

Marina Miranda/Campo Grande News

A proposta de cursar uma faculdade sem pagar mensalidade é tentadora, mesmo que essa instituição não seja pública. “É claro que o diploma de uma universidade pública te dá mais abertura, mas eu aceitaria se pudesse estudar numa particular de graça”, afirma o aluno Diomar Santos Sousa, 29 anos, estudante do cursinho Morenão, da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), voltado para pessoas de baixa renda.
É a segunda vez que Sousa presta vestibular. A primeira foi há dez anos. Depois de se preparar para vários concursos, decidiu tentar uma vaga na universidade novamente, mas não tem condições de arcar com a mensalidade de uma instituição privada. “Não é todo mundo que tem condições de pagar R$ 700 por mês”, diz referindo-se ao valor do curso que pretende fazer: psicologia.
“Eu estudei toda minha vida em escola pública, e te digo, não sabia de nada. Tudo que aprendi foi depois do segundo grau, quando comecei a ter aulas para concurso”, afirma Sousa. Segundo ele, a iniciativa é boa, mas seria interessante mais investimento no ensino público. “Se a base não for boa, não adianta, não passa mesmo”.
O jovem Eric Henrique de Souza, 18 anos, também estudaria numa particular se tivesse condições. A hipótese já foi inclusive discutida em casa, já que o pai é funcionário de um estabelecimento de ensino, ele teria direito a meia-bolsa. Essa é a quarta vez que Henrique presta vestibular, a segunda para direito. “Como na última prova fiquei por uma questão meu pai achou que eu deveria fazer de novo”, explica lembrando que se o pai não fosse empregado da instituição dificilmente estudaria em uma particular.
A coordenadora do curso Morenão, Izilda Devicenzi, contraria a opinião dos alunos. Ela é contra o Prouni (Programa Universidade para Todos). “Por que ao invés do governo pagar para o aluno estudar não abre mais vagas na Federal e melhora a estrutura”, questiona. “Além do quê tem que melhorar o ensino médio, não é pagando mensalidade que as coisas vão melhorar, não é por aí”, conclui.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)