Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

13/12/2004 12:46

Universidades públicas deveriam ter cotas, diz reitor

Maristela Brunetto e Malu Prado / Campo Grande News

As universidades particulares estão recebendo uma migração de alunos das classes D e E enquanto as públicas recebem alunos das classes A e B, resumiu hoje o reitor da Uniderp, Pedro Chaves, que preside o conselho deliberativo da Associação Nacional das Universidades Particulares. Ele citou o fato para justificar que as instituições particulares têm aberto maiores oportunidades ao aderirem a cotas.
Chaves cita o Fies (Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior) e a bolsa universitária do governo federal, que dão oportunidade a quem não pode pagar a mensalidade da universidade particular. Para ele, as faculdades públicas deveriam estabelecer sistemas de cotas para acesso. Em Mato Grosso do Sul, a UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) destina vagas para negros e índios.
Com a criação do Prouni (Programa Universidade para Todos), os alunos inscritos no Fies que forem beneficiados perderão o crédito, que será repassado a outro, assim como a Bolsa Universitária. Para Chaves, haverá ampliação de alunos atendidos. Com a adesão ao programa, as instituições particulares terão desconto em impostos.
O controle dos alunos serão feito por uma comissão permanente, que avaliará se o beneficiário atingiu média de 75% de presença e aproveitamento.O programa é somente para alunos de baixa renda. Para as universidades, três notas insuficientes seguidas no Provão levam à exclusão do curso do Prouni.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)