Cassilândia, Quinta-feira, 22 de Fevereiro de 2018

Últimas Notícias

06/02/2018 10:20

União deixou de repassar R$ 635,5 milhões a Mato Grosso do Sul

Correio do Estado

 

A União deixou de repassar R$ 635,5 milhões ao Governo do Estado, prefeituras e autarquias federais instaladas em Mato Grosso do Sul. O valor refere-se a recursos empenhados no Orçamento, mas que até o dia 01 de janeiro deste ano não tinham sido transferidos aos órgãos públicos.

O recurso é para obras rodoviárias, de asfaltamento e de drenagem, bem como de incremento ao turismo e ao agronegócio, entre outros.

Esse atraso ocorre porque o governo federal fez o empenho do recurso, que consiste em procedimento contábil pelo qual o gestor público assume o compromisso de repassar o dinheiro, mas não o faz, colocando-o numa rubrica chamada “restos a pagar” no ano seguinte à promessa de pagamento. Fica nessa condição até quando efetivamente ocorre o acerto de contas.

“O problema é que ao fazer o empenho, dá-se início ao processo para realizar o serviço ou obra, que pode parar ou ter o seu começo adiado por falta de repasse da União a quem for executar. Normalmente é a prefeitura ou o governo do Estado”, explicou o deputado federal Elizeu Dionizio (PSDB/MS), demonstrando preocupação com a liberação do dinheiro, uma vez que os parlamentares federais destinam emendas ao Orçamento para garantir obras em seus respectivos estados.

Essa preocupação é motivada pelo fato de a União ter um saldo devedor de R$ 635,5 milhões com entes federados de Mato Grosso do Sul, de acordo com o sistema eletrônico Siga Brasil, do Senado (que acompanha a execução orçamentária do governo federal). O valor está distribuído por 19 pastas.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 22 de Fevereiro de 2018
10:00
Receita do dia
Quarta, 21 de Fevereiro de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)