Cassilândia, Domingo, 27 de Maio de 2018

Últimas Notícias

09/12/2004 15:09

Uma criança morre de fome e desnutrição a cada 5 segundo

Monique Colares / ABr

De acordo com estimativas do Programa das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), entre 2000 e 2002, mais de 20 milhões de milhões de recém nasceram com peso abaixo do normal e mais de cinco milhões de crianças morreram de desnutrição por ano, a maioria em países em desenvolvimento. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (8/12), em Roma, no relatório Insegurança alimentar no mundo - 2004. Esse número corresponde, aproximadamente, à morte de uma criança a cada cinco segundos por desnutrição e dois nascimentos de bebês abaixo do peso normal a cada três segundos.

O relatório da FAO, que faz parte da Organização das Nações Unidas (ONU), aponta que 852 milhões de pessoas sofreram com a subnutrição no período entre 2000 e 2002. Desse total, 815 milhões correspondem aos países em desenvolvimento, 28 milhões aos países em vias de transição, e os 9 milhões restantes, aos países industrializados. Apesar de afirmar que a subnutrição foi reduzida em mais de 30 países, alerta que a meta de reduzir a fome pela metade em todo o mundo, até 2015, não está sendo alcançada.

O documento diz ainda que a fome e a desnutrição custam cerca de US$ 15 bilhões anuais em despesas médicas para os governos. Há estimativas de que 15 países da África e alguns países na América Latina poderiam reduzir a subnutrição pela metade até 2015, ao custo de US$ 25 milhões por ano. Em um período de dez anos, este investimento poderia significar salvar a vida de cerca de 900 mil crianças em todo o mundo.

O relatório também fez uma lista do índice de fome e desnutrição de 95 países em vias de transição. A Eritéia, no leste da África, é o que registra os piores índices, chegando a ter 73% da população afetada. Em países como Bangladesh e Índia, 30% dos bebês nascidos vivos apresentam carência de peso, o que pode resultar em problemas de crescimento e uma maior probabilidade de morte durante a infância. Entre os países em desenvolvimento que apresentaram um menor percentual de subnutrição entre 2000-2002 estão Tunísia (1,04%), República da Coréia (1,4%) e Argentina (1,6%).

Para que se tenha uma idéia do que os índices desse relatório significam, enquanto essa reportagem era lida, aproximadamente 24 crianças morreram de fome e desnutrição, e outras 40 nasceram abaixo do peso em todo o mundo.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 27 de Maio de 2018
Sábado, 26 de Maio de 2018
14:57
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)