Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

28/03/2005 15:39

TRT quer garantir agilidade em processos da 1ª instância

Jacqueline Lopes / Campo Grande News

O TRT/MS (Tribunal Regional do Trabalho em Mato Grosso do Sul), através de uma comissão, deverá inspecionar a agilidade da justiça trabalhista na primeira instância. Segundo informações da assessoria do órgão, num prazo de 60 dias estará pronto um diagnóstico das atividades judiciárias e administrativas das varas do trabalho de Campo Grande e das seções de mandados judiciais e de distribuição de feitos.
A chamada “Comissão de Trabalho” terá livre acesso às unidades que serão analisadas e poderá requisitar cópias de documentos, livros e ainda entrevistar juízes e servidores, na busca de informações mais detalhadas sobre o funcionamento desses setores.
Segundo a Diretora-Geral de Corregedoria e Coordenação Judiciária, Ana Paola Emanuelli, a intenção é detectar a existência de obstáculos em todas as áreas de atuação da Justiça do Trabalho do Estado. “Constatado o problema, iremos estudar soluções que visem ao aperfeiçoamento dos procedimentos administrativos e judiciais”.
De acordo com o presidente do TRT/MS, Juiz Nicanor de Araújo Lima, a medida vem atender à necessidade de proporcionar maior qualidade nos serviços prestados aos jurisdicionados. O projeto prevê a implantação da Comissão de Trabalho nas comarcas do interior.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)