Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

12/03/2015 17:18

Tribunal de Justiça nega recurso e mantém vereadores afastados

Rio Padro News

O desembargador Manoel Mendes Carli, da 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS), negou um agravo de instrumento (recurso) impetrado pela defesa dos vereadores afastados, Célia Pinto e Justino Machado. Eles e mais cinco vereadores foram afastados pela justiça do cargo da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo no dia 13 de novembro.

O processo de número 1415692-59.2014.8.12.0000 foi levado ao Tribunal no dia 16 de novembro de 2014, passando por diversas movimentações. A liminar foi julgada parcialmente e conseguiu alguns benefícios, como a suspensão da prisão domiciliar no dia 09 de janeiro de 2015. A decisão concedeu habeas corpus aos réus investigados.

Desde então, o advogado de defesa insistiu com um pedido de agravo onde houve a tentativa de que todas as medidas cautelares impostas aos vereadores afastados, inclusive reintegração dos cargos. Dezenas de movimentações ocorreram no Tribunal de Justiça, com direito a um pedido de vista à Procuradoria Geral de Justiça no dia 03 de março.

Nessa terça-feira (10), o processo voltou a ser apreciado no Tribunal com a Juntada da Petição realizada. Em decisão comungada, a composição do julgamento, o Desembargador Manoel Mendes, relator, teve seu parecer sustentado pelos desembargadores Maria Isabel de Matos Rocha (1º Vogal), Romero Osme Dias Lopes (2º Vogal) e Luiz Gonzaga Mendes Marques, ficando então o recurso ordinário julgado e arquivado definitivamente.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)