Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

15/06/2007 14:07

Tribunal de Contas multa prefeito por atrasar salários

O prefeito de Itiquira-MT, Ondanir Bortolini, foi multado pelo Tribunal de Contas de Mato Grosso em 200 Unidades de Padrão Fiscal (UPF-MT), por atrasar o pagamento de salários dos servidores municipais durante todo o ano de 2006. A penalidade, que equivale a R$ 5.398, foi proposta pelo conselheiro Valter Albano, relator das contas de Itiquira naquele exercício.

De acordo com o relatório técnico, durante o ano de 2006 o conselheiro relator recebeu denúncias feitas por servidores, informando os constantes atrasos de até três meses. O prefeito foi notificado a elaborar um cronograma de quitação dos salários atrasados. Entretanto, no acompanhamento da gestão através dos balancetes mensais, a Relatoria de Valter Albano constatou que o prefeito não cumpriu o plano de pagamentos, além de contrariar os princípios constitucionais da impessoalidade e isonomia, ao efetuar pagamentos de salários de servidores em datas diferenciadas.

Em sua defesa, o prefeito alegou queda na arrecadação provocada por crise no setor agrícola. O conselheiro Valter Albano não acolheu a justificativa, sustentando que o recebimento de salário em dia é direito constitucional de todo trabalhador. Segundo ele, “a regularidade no pagamento de salários é obrigação imposta ao gestor através da responsabilidade na administração fiscal prevista na Lei 101/2000”.


A irregularidade praticada pelo prefeito Ondanir Bortolini foi agravada pelo atraso de salários de profissionais do magistério, que são pagos com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento do Ensino Fundamental. Esses recursos são transferidos pela União aos Estados e municípios para garantir a manutenção e o desenvolvimento do ensino fundamental. Do total repassado, 60% são destinados exclusivamente ao pagamento dos salários dos referidos profissionais. Para o conselheiro Albano, o gestor de Itiquira cometeu falha gerencial grave e má administração dos recursos públicos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)