Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

19/07/2010 12:16

TJ julga na quarta recurso da Natura contra Estado

Campo Grande News/ Ângela Kempfer

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul julga na quarta-feira que vem o pedido de suspensão da liminar que impede o pagamento de ICMS em juízo pela empresa Natura.

O agravo regimental deveria entrar na pauta da semana passada, mas houve pedido de vista ao processo, o que adiou a avaliação.

Na argumentação para que volte a depositar os valores em juízo, a Natura reclama que não pode ser submetida a pagamento de tributo que julga ilegal. Também justifica que o Governo não demonstrou efetivo prejuízo ao Estado com esse tipo de procedimento até que seja julgado mérito da ação, pois os depósitos têm sido efetuados no valor integral do ICMS.

Governo estadual e Natura travaram uma briga judicial pro conta do recolhimento do imposto.

Já o Estado afirma que a Natura, uma das gigantes do setor da beleza no País, quer transferir para as consultoras de venda o pagamento do ICMS.

A empresa, incluída no regime especial, que permite o recolhimento antecipado do tributo, reclama da margem de lucro estabelecida pelo governo, de 40%. O governo, por sua vez, diz que fez pesquisa entre os consultores de venda e apurou uma margem de lucro de 48%, maior do que a aplicada.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)