Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

16/02/2008 16:09

TJ/DF afasta diretores de fundação ligada à UnB

Agência Brasil

Brasília - Cinco diretores da Fundação de Empreendimentos Científicos e Tecnológicos (Finatec), ligada à Universidade de Brasília (UnB), foram afastados por decisão liminar do Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJDF). De acordo com a assessoria do tribunal, a desembargadora Nídia Corrêa Lima nomeou um administrador provisório, indicado pelo Ministério Público, para a gerir a instituição.

Policiais militares restringiram desde ontem (15) o acesso à fundação para evitar que documentos sejam retirados do prédio, localizado na entrada na universidade. Na ação judicial, o Ministério Público levanta a suspeita de prática de irregularidades em contratos celebrados pela Finatec para prestação de serviço à universidade.

Para a desembargadora, a intervenção requerida pelo Ministério Público é "impositiva". De acordo com ela, todos os réus vêm, ao longo de muitos anos, revezando-se nos cargos das diretorias e conselhos, "sempre exercendo atividades que lhes permitiam aprovar ou fiscalizar as contas da instituição, bem como a formalização de contratos de prestação de serviços com órgãos públicos”.

Investigação do Ministério Público aponta para irregularidade até mesmo em contratos para reforma do apartamento do reitor da UnB, Timothy Mulholland. A compra de mobília teria custado cerca de R$ 400 mil.

Na próxima semana, os professores da universidade farão uma assembléia para discutir a crise estabelecida na instituição a partir das denúncias do Ministério Público do DF. Entre as propostas em análise pelos docentes está a criação de uma Comissão de Ética destinada a analisar a gestão da UnB e o pedido do afastamento do cargo do reitor.

O Diretório Central dos Estudantes (DCE) Honestino Guimarães organiza uma manifestação para a próxima quarta-feira (20) e já pediu a assinatura dos professores em uma representação que será entregue ao Ministério Público Federal solicitando o afastamento do Mulholland.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)