Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

26/09/2006 20:34

TJ determina suspensão do pagamento de salário de edil

24horasnews

A Terceira Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso determinou a suspensão do pagamento do subsídio do mandato eletivo do vereador de Porto Estrela, Jorge Alves Fernandes. A decisão, que também determinou o afastamento do parlamentar do cargo de funcionário público da Secretaria de Saúde, é válida até o fim do julgamento do processo principal que tramita na Comarca de Barra do Bugres.

Jorge Fernandes estava trabalhando nos dois órgãos (Secretaria e Câmara Municipal) desde que assumiu o mandato de vereador e recebia pelos dois cargos. Neste caso, todas as vezes que o vereador comparecia às sessões da Câmara Municipal, que acontecem duas vezes por mês sempre às sextas-feiras, às 13h30, tinha que deixar o serviço na Secretaria de Saúde, onde exerce suas funções de segunda a sexta-feira, no horário das 7h às 17h e com intervalo de 2h para almoço.

De acordo com o relator do recurso, desembargador Ernani Vieira de Souza, a Constituição Federal impede que um parlamentar mantenha dois cargos públicos quando há incompatibilidade de horários entre os serviços. Dessa forma, o parlamentar segue trabalhando somente na Câmara e teve que escolher qual o salário prefere receber. Ele escolheu o de Funcionário da Secretaria de Saúde do Município.

As informações são da assessoria di Tribunal de Justiça.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)