Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

13/01/2010 17:51

Terremoto no Haiti pode ter atingido 3 milhões de pessoas

Agência Brasil

Brasília - O total de pessoas afetadas pelo terremoto que atingiu o Haiti na tarde de ontem (12) pode chegar a 3 milhões, segundo a Cruz Vermelha Internacional. Ainda não há uma contagem oficial de mortos, mas teme-se que centenas ou até milhares de pessoas tenham morrido. As buscas por mortos e desaparecidos continuam hoje (13). As informações são da BBC Brasil.

Vários edifícios desmoronaram na capital haitiana, Porto Príncipe, entre eles o palácio presidencial e a sede da missão da Organização das Nacões Unidas (ONU) no país.

Já foi confirmada a morte de 11 militares brasileiros integrantes da Minustah, a força de paz da Organização das Nações Unidas (ONU) no país. O Brasil comanda a Minustah e conta com 1,2 mil dos 7 mil soldados que integram a força no país. Também foi confirmada a morte de soldados jordanianos e chineses.

Entre as vítimas brasileiras, está a médica Zilda Arns, fundadora e coordenadora nacional da Pastoral da Criança, que morreu sob os escombros de um prédio que caiu enquanto ela caminhava por uma rua de Porto Príncipe. Em entrevista à Agência Brasil, o ministro interino da Secretaria Especial de Direitos Humanos, Rogério Sottili, informou que há relatos sobre a morte de mais de 17 brasileiros no terremoto.

Sottili embarcou hoje, junto com o ministro da Defesa, Nelson Jobim, para Porto Príncipe. O governo brasileiro também anunciou o envio de uma ajuda de US$ 10 milhões para o Haiti, além de 28 toneladas de alimentos e de água para as vítimas.

A ONU confirmou que há um “grande número” de seus funcionários desaparecidos. O chefe da Minustah, o tunisiano Hedi Annabi, teria morrido, segundo o ministro das Relações Exteriores da França, Bernard Kouchner. Um enviado do governo dos Estados Unidos descreveu o terremoto no Haiti como “uma catástrofe” e disse que o prejuízo com os danos provocados pelo tremor podem chegar a bilhões de dólares.

Além do palácio presidencial, as sedes da Receita Federal, dos Ministérios do Comércio e das Relações Exteriores sofreram danos provocados pelo tremor. Segundo oficiais da ONU, o aeroporto de Porto Príncipe está operando. Cerca de 3 mil soldados das forças de paz patrulham as ruas e fazem a segurança do aeroporto da capital.

A sede do Banco Mundial também foi destruída, e alguns funcionários da instituição ainda estão desaparecidos. A organização anunciou o envio de uma equipe para o Haiti para avaliar os danos e ajudar a montar um plano de recuperação.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)