Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

17/06/2010 14:13

Tem o Vice-Prefeito que desincompatibilizar do cargo para candidatar-se a outro?

Tem o Vice-Prefeito que desincompatibilizar do cargo para candidatar-se a outro?

Vejamos o que prevê a legislação a respeito:

Art. 1º. VII. §2º.

O Vice-Presidente, o Vice-Governador e o Vice-Prefeito poderão candidatar-se a outros cargos, preservando os seus mandatos respectivos, desde que nos últimos 6 (seis) meses anteriores ao pleito, não tenham sucedido ou substituído o titular. (L.C. 64/90).
Abordando o referido assunto, assim já se pronunciou o e. Tribunal Superior Eleitoral:




VICE-PREFEITO . SUBSTITUIÇÃO. PREFEITO. SEIS MESES ANTERIORES À ELEIÇÃO.
O Vice-Prefeito que substituir o titular nos seis meses anteriores ao pleito fica inelegível para o cargo de Prefeito.

Consulta nº 548, classe 5ª. Distrito Federal(Brasília), Relator Ministro Nelson Jobim, decisão de 28.03.2000, publicado no DJ. Data: 11.04.2000, seção 1, pág. 39.

Reeleição. Desincompatibilização. 2. Constituição, art. 14, parágrafo 5, na redação introduzida pela Emenda Constitucional n. 16, de 4 de junho de 1997.

3. O art. 14, parágrafo 5, da constituição, na redação da Emenda Constitucional nº 16/1997, e

norma que prevê hipótese de elegibilidade do Presidente da República, dos Governadores de Estado e do Distrito Federal e dos Prefeitos, bem como dos que os hajam sucedido ou substituído no curso dos mandatos, para um único período subsequente; a natureza de regra de elegibilidade não se modifica pelo fato de dispor que a reeleição e para um único período subsequente.
4. Na redação original, o parágrafo 5 do art. 14 da Constituição de 5 de outubro de 1988 previa, ao contrário, regra de inelegibilidade absoluta.

5. Distinção entre condições de elegibilidade e causas de inelegibilidades. Inelegibilidades de previsão constitucional e casos de inelegibilidades estabelecidos em lei complementar, de conformidade com o art. 14, paragrafo 9, da Constituição Federal.

6. Inelegibilidade e desincompatibilização. A jurisprudência do tribunal superior eleitoral tem assentado correlação entre inelegibilidade e desincompatibilização, que se atende pelo afastamento do cargo ou função, em caráter definitivo ou por licenciamento, conforme o caso, no tempo previsto na constituição ou na lei de inelegibilidades.

7. Não se tratando, no parágrafo 5 do art. 14 da constituição, na redação da Emenda Constitucional n. 16/1997, de caso de inelegibilidade, mas, sim, de hipótese em que se garante elegibilidade dos chefes dos poderes executivos federal, estadual, distrital, municipal e dos que os hajam sucedido ou substituído no curso dos mandatos, para o mesmo cargo, para um período subsequente, bem de entender e que não cabe exigir-lhes desincompatibilização para concorrer ao segundo mandato, assim constitucionalmente autorizado

.
8. Cuidando-se de caso de elegibilidade, somente a Constituição poderia, de expresso, estabelecer o afastamento no prazo por ela estipulado, como condição para concorrer a reeleição prevista no parágrafo 5 do art. 14, da Lei Magna, na redação atual.

9.

O parágrafo 5 do art. 14 da Constituição em vigor, por via de compreensão, assegura, também, ao vice-presidente da república, aos vice-governadores e aos vice-prefeitos a elegibilidade aos mesmos cargos, para um único período subsequente.
10.

Consulta que se responde, negativamente, quanto a necessidade de desincompatibilização dos titulares dos poderes executivos federal, estadual, distrital ou municipal, para disputarem a reeleição, solução que se estende aos Vice Presidente da República, Vice-Governador de Estado e do Distrito Federal e Vice-Prefeito.
Decisão: Respondida nos termos do voto do Ministro Relator

. Unanime. Observação: No mesmo sentido as resoluções ns. 19.953, 19.954 e 19.955, todas de 02.09.97. (caso reeleição) (37 fls.)
Consulta 9952 327 02/09/97 DF Relator: José Neri da Silveira Fonte DJ Volume 53428 Data:21/10/97 Página 237

Como pode-se observar, o artigo 1º, inciso VII, § 2º da Lei 64/90, estatui que o Vice-Prefeito, para concorrer a outros cargos eletivos, poderá preservar o seu mandato desde que não substitua ou suceda o Chefe do Poder Executivo nos últimos 6 meses anteriores ao pleito.

Apesar de ter a Lei Complementar em comento sido instituída em data anterior à Emenda Constitucional nº 16/1997 (que prevê a reeleição para os chefes do poder executivo e seus vices) pode-se verificar, segundo as decisões do TSE retroreferidas, que a regra acima citada continua em vigor, apenas não sendo aplicada se o vice-prefeito for concorrer ao mesmo cargo, hipótese em que, ainda que substitua ou suceda o chefe do Poder Executivo dentro do prazo assinalado, não ocorreria situação de inelegibilidade.

Assim, conclui-se da previsão legal, então, que para candidatarem-se a outros cargos eletivos, os Vice-Prefeitos não poderão ter substituído ou sucedido os titulares do Poder Executivo, nos 6 meses anteriores ao pleito.

Já para candidatarem-se ao mesmo cargo (vice-prefeito-reeleição), não há nenhum óbice de que venham os mesmos a substituir ou suceder o Chefe do Poder Executivo Municipal nos 06 (seis) meses que antecedem às eleições.

Fonte: http://www.prgo.mpf.gov.br/eleitoral/assessor.htm

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)