Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

05/05/2004 10:48

Tebet explica bloqueio de depósitos bancários de empresa

Agência Senado

Uma questão que promete reacender na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) as discussões sobre a nova Lei de Falências, aprovada na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) nesta terça-feira (4), é a que prevê a possibilidade do juiz determinar por meio eletrônico o bloqueio de valores depositados em instituições financeiras em nome de empresas devedoras do Fisco, quando a companhia citada não pagar no prazo estabelecido ou não apresentar bens penhoráveis.

O mecanismo já é usado com sucesso pela justiça trabalhista. Mas a sua inclusão no substitutivo do senador Ramez Tebet (PMDB-MS) ao projeto de lei da Câmara que altera o Código Tributário Nacional (PLC 70/03) tem gerado polêmica, arrancando críticas dos empresários filiados à Confederação Nacional da Indústria (CNI). O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) pediu esclarecimentos ao relator ao final da reunião da CAE, exibindo editorial da edição de domingo do jornal O Estado de S. Paulo.

Tebet explicou que esse instrumento só será adotado depois que o débito já foi inscrito na dívida ativa, entrou na fase de execução e o oficial de Justiça não conseguiu identificar bens à penhora. O senador disse, que se nada for encontrado, não é possível supor que essa empresa tenha condições de se recuperar. “É um esforço supremo em defesa do erário público”, enfatizou. Mas ele admitiu que a matéria é polêmica e que a CNI poderá tentar derrubar esse dispositivo na CCJ.

- Se eu for convencido de que isso elimina a possibilidade de recuperação das empresas, mesmo sendo suplente na CCJ estarei lá para ajudar a mudar esse dispositivo - declarou Tebet ao final da reunião da CAE.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)