Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

30/04/2015 16:38

TCE devolve projeto que cria novos cargos e tira ponto polêmico

Campo Grande News

O TCE (Tribunal de Contas do Estado) reapresentou projeto polêmico que cria novos cargos e retirou pelo menos um dos pontos que abriu confusão na Assembleia Legislativa. O caso levou o deputado estadual Marquinhos Trad (PMDB) a apresentar um estudo, com uma lista de irregularidades observadas na proposta.

Ele questionou, por exemplo, o fato de o texto apresentar a expressão “preferencialmente” na hora de designar o tipo de servidor que ocuparia cargos de altos salários. Para Marquinhos, o termo abria “brecha” para a colocação de comissionados nestas funções. Por isso, o deputado chegou a cogitar se o projeto não seria uma oportunidade de colocar "apadrinhados políticos” nos cargos.

Agora, no entanto, o TCE diz, entre outros pontos, que “as funções de confiança, de livre designação e dispensa do Presidente, são privativas: de servidor ocupante de cargo efetivo do quadro de pessoal do Tribunal de Contas”.

Ainda na época da polêmica, Marquinhos foi contra o aumento de cargos comissionados e a omissão do número de funções de confiança, em relação à lei atual.

Após as reclamações, o presidente do TCE, o conselheiro Waldir Neves, se reuniu com alguns deputados e ressaltou que a proposta tinha apenas a intenção de restruturação administrativa da instituição e que iria gerar uma economia de R$ 53 mil por mês nas despesas com pessoal. Mesmo assim, decidiu retirar a proposta da pauta para corrigir “vícios”.

O projeto anterior visava a criação de 13 novos cargos comissionados com supersalários, que variavam de R$ 17, 9 mil a R$ 20 mil. Seriam vagas para direção geral, chefe de gabinete da presidência, chefe da assessoria jurídica e chefe I.

Indagado sobre a nova proposta, Marquinhos informou que “vou reunir nosso grupo de estudos para avaliar seus impactos junto a legalidade e a moralidade pública”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)