Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

14/08/2007 22:13

TCE detecta irregularidades e impugna R$ 215 mil

Lidianne Kristel /TCEMS

Durante a sessão da 1ª Câmara realizada nesta terça-feira (14/08/07) no Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul (TCE/MS) foram julgados 33 processos dos quais 18 apresentaram irregularidades. A quantia impugnada pela Corte de Contas soma R$ 215.168,12.

Deste montante, R$ 176.497,18 é referente às despesas não comprovadas feitas pela Prefeitura Municipal de Corguinho no exercício de 2003, sendo o ordenador de despesas o ex-prefeito Celsio Cerioli, multado em 100 UFERMS. De acordo com o voto do Conselheiro-relator, Carlos Ronald Albaneze, as irregularidades concernem à formalização e execução financeira da Carta Contrato n° 047/03 feita entre a Prefeitura daquele município e o Posto Nayane.

Também foram encontradas irregularidades na prestação de contas da Secretaria de Cultura de Mato Grosso do Sul relativo ao Fundo de Investimentos Culturais do Estado de MS (FIC/MS) no valor de R$ 18.090,00, concedido ao Projeto Cultural intitulado “CD no Foco do Lampião”; R$ 13.354, 20, referente ao Projeto Cultural intitulado “Arte de Capoeira’’ e de R$ 866.74, nas contas apresentadas do Projeto Cultural intitulado “Laís Pamplona- MS no Balé Bolshoi’’.

O relatório voto, de autoria do Conselheiro-relator Osmar Ferreira Dutra, aponta que a análise feita pela Equipe Técnica da 6ª Inspetoria Geral de Controle Externo (IGCE) concluiu que houve ausência de documentos comprovando os gastos. O responsável pelas despesas à época, o ex-secretário de Estado de Cultura Silvio Aparecido Di Nucci, deverá devolver a quantia de R$ 32.310,94 aos cofres públicos do Estado.

Outra irregularidade constatada, que não obedeceu às normas estabelecidas por Lei, é em relação à formalização, execução e prestação de contas do Convênio n° 7799/2005 firmado entre a Secretaria de Estado da Juventude e do Esporte e Lazer de Mato Grosso do Sul e a Associação dos Profissionais de Educação Física de MS. O ex-secretário Dirceu Luiz Lanzarini (exercício 2005) terá que devolver R$ 6.360,00 e pagar uma multa no valor de 30 UFERMS. Os valores impugnados deverão ser devolvidos de acordo com o prazo regimental e atualizados monetariamente.

Participaram da Sessão da 1ª Câmara o Conselheiro Osmar Ferreira Dutra, Carlos Ronald Albaneze, o representante do Ministério Público Especial José Aêdo Camilo e o Conselheiro substituto Joaquim Alves Vieira.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)