Cassilândia, Quarta-feira, 18 de Janeiro de 2017

Últimas Notícias

31/08/2007 15:12

Taxas cartorárias podem aumentar custos em até 25%

Famasul

O parecer do projeto da Defensoria Pública foi aprovado hoje por 17 deputados estaduais em Mato Grosso do Sul. A proposta prevê a taxa de 5% sobre as custas processuais e emolumentos extrajudiciais para compor o Fundo Especial de Aperfeiçoamento e Desenvolvimento das Atividades da Defensoria Pública (Funadep). Produtores rurais, representantes da Federação da Agricultura e Pecuária de MS (FAMASUL), da Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul (Acrissul) e do Movimento Nacional dos Produtores (MNP), além de representantes de Sindicatos Rurais fizeram manifestação durante a sessão de hoje na Assembléia.

Para o presidente da FAMASUL, Ademar Silva Junior, as taxas devem onerar ainda mais as transações dos produtores rurais. Conforme os cálculos da entidade, com a aprovação da nova taxa os custos podem subir não apenas 3 ou 5% como propõe a nova emenda, mas 25% no custo total. “Caso a lei seja aprovada, vamos entrar na Justiça. Para nós essa lei é inconstitucional”, declarou.

Os deputados estaduais da Frente do Agronegócio, 17 ao todo, foram procurados pela FAMASUL na busca de reverter a decisão sobre a nova medida. A entidade também encaminhou ofício, comunicando sobre os atuais prejuízos dos produtores rurais e os altos custos de produção. “Não é justo que mais uma vez a sociedade civil arque com a conta”.

Outra preocupação da classe é que a aprovação da Lei complementar nº. 004/2007 crie precedentes para que outros órgãos do Governo venham a apresentar projetos usando o mesmo critério, criando taxas de natureza semelhantes.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 18 de Janeiro de 2017
Terça, 17 de Janeiro de 2017
23:53
Loteria
10:00
Receita do dia
Segunda, 16 de Janeiro de 2017
10:04
Coluna da juíza Luciane Buriasco Isquerdo
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)