Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

08/04/2010 15:15

STF vai julgar ação contra Lei da Anistia na próxima semana

Agência Brasil

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve julgar, na próxima quarta-feira (14), a ação movida pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) que contesta artigo da Lei da Anistia que trata dos crimes políticos ou praticados por motivação política, durante a ditadura militar (1964-1985). Segundo a OAB, a lei “estende a anistia a classes absolutamente indefinidas de crime”, incluindo a tortura, que deveria ser imprescritível.

Na ação, a OAB sustenta que a Lei da Anistia não deveria alcançar os autores de crimes comuns praticados por agentes públicos acusados de homicídio, abuso de autoridade, lesões corporais, desaparecimento forçado, estupro e atentado violento ao pudor contra opositores ao regime militar.

Em parecer, o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, manifestou-se contra a ação da OAB considerando que há uma tentativa de rever a anistia, o que poderia significar um rompimento com o compromisso assumido em 1979, ano da promulgação da lei.

A Advocacia Geral da União (AGU) também é contrária à ação que questiona a Lei de Anistia por entender que a Constituição reforça o caráter amplo e irrestrito da anistia. A AGU sustenta ainda que, mesmo com a revisão, já não haveria possibilidade de punição por conta da prescrição da prática dos crimes.

Ontem (7), o ministro da Defesa, Nelson Jobim, afirmou que o anteprojeto de lei que criará a Comissão da Verdade, destinada a analisar as violações aos direitos humanos durante a ditadura, deve ser concluído até a próxima quarta-feira. A proposta será encaminhada à Câmara dos Deputados.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)