Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

10/12/2015 16:46

Sobe para 119 o número de casos suspeitos de febre Chikungunya

Caroline Maldonado, Campo Grande News

Em 20 dias subiu de de 116 para 119 os casos de notificação por suspeita da febre Chikungunya, em Mato Grosso do Sul. Dos pacientes, um foi notificado em Três Lagoas e dois em Aquidauana. Eles aguardam resultados dos exames para saber se realmente estão com o vírus.

Em Três Lagoas, a paciente que tem sintomas da doença é uma mulher de 48 anos, moradora do Bairro Jardim das Paineiras. Ela veio do Estado da Bahia e já havia contraído a doença, segundo a responsável pelo setor de saúde do município, Neide Yuki. De acordo com a prefeitura, as equipes do Setor de Controle e Combate a Endemias continuam com ações para combater o mosquito transmissor da doença.

Por enquanto, o vírus foi confirmado em um paciente de Campo Grande, um de Dourados e 6 de Corumbá, segundo Boletim Epidemiológico, divulgado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde). Dois dos casos confirmados em Corumbá são de pessoas que vieram da Bolívia. Um dos pacientes da Capital contraiu o vírus na Colômbia e em Dourados, um deles também pegou a doença na Bahia.

Sintomas – A Chikungunya dá febre de início súbito maior que 38,5°C e dor intensa nas articulações, acompanhada ou não de inchaço. Em alguns casos, as dores articulares permanecem por meses e até anos.

Em caso de suspeita é recomendado que o paciente mantenha repouso, tome muito líquido, como por exemplo, água, suco de frutas, soro caseiro, chás, água de coco e sopas, além de procurar uma unidade de saúde e evitar a exposição a mosquitos.

O mosquito transmissor da Chikungunya é o mesmo da Dengue e Zika. Para evitar a proliferação, a SES recomenda que todos os objetos expostos às chuvas, que possam acumular água sejam descartados.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)