Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

08/10/2009 07:15

Senado aprova acordo do Brasil com o Vaticano

Ivan Richard, Agência Brasil

Brasília - O plenário do Senado aprovou hoje (7) o projeto de decreto legislativo que oficializa o acordo entre o Brasil e a Santa Fé. O documento, assinado no ano passado, no Vaticano, trata do estatuto jurídico da Igreja Católica no Brasil. A matéria segue para promulgação. Antes, o acordo já havia sido aprovado pela Comissão de Relações Exteriores da Casa.

O relator da matéria, senador Fernando Collor (PTB-AL), ressaltou a importância do documento. “A Sé Apostólica mantém relacionamento diplomático com mais de 170 países, sejam laicos ou com outras distintas inclinações religiosas. Possui o status de observador em inúmeras organizações internacionais, como, por exemplo, a Organização das Nações Unidas (ONU), a Organização Mundial do Comércio (OMC) e a Organização dos Estados Americanos (OEA). É, ainda, membro fundador da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), outra organização internacional de relevo”, afirmou.

O senador Marconi Perillo (DEM-GO) disse que o acordo ratifica os vários entendimentos existentes entre o Brasil e o Estado do Vaticano. “Não estamos aqui tratando apenas a questão religiosa, mas estamos tratando efetivamente de uma questão que diz respeito à relação entre dois estados, o Estado do Vaticano e o Estado brasileiro”, disse.

Perillo explicou ainda que o documento é composto de 20 artigos que “consolidam uma série de disposições legais e consuetudinárias vigentes no plano do ordenamento jurídico interno, que constituem a expressão do relacionamento entre a Igreja Católica e o Estado brasileiro, ou seja, uma série de costumes que foram sendo incorporados nessa relação”, afirmou.

O senador petista, Tião Viana (AC) salientou que acordo é de interesse tanto para o Brasil como para a Igreja Católica. Viana acrescentou ainda que a aprovação da matéria poderá ser um incentivo a fim de que outras religiões também fechem um acordo com o Estado brasileiro.








Edição: Aécio Amado

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)