Cassilândia, Quinta-feira, 25 de Maio de 2017

Últimas Notícias

04/05/2004 16:29

Sem regulamentação da Cide, prefeituras ficam sem verba

Maristela Brunetto / Campo Grande News

As prefeituras de Mato Grosso do Sul teriam direito a receber R$ 2,7 milhões que estariam no cofre do governo estadual referentes a 25% da receita da Cide, imposto sobre combustíveis, e que não estariam sendo liberados devido à falta de regulamentação da lei aprovada para a cobrança e distribuição da receita do imposto. A Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul) disse que foi informada da quantia pela CNM (Confederação Nacional dos Municípios) e cobra a regulamentação da lei para que o repasse se torne legal.
A União repassou a Mato Grosso do Sul R$ 8,2 milhões, segundo a Assomasul, referente a um período trimestral, sendo que pela lei, as prefeituras ficariam com 25%.
“O engraçado é que o ônus sempre recai sobre os municípios. Na hora em que o governo federal fez o acordo com os governadores foi por meio de medida provisória, agora quando são os municípios tem de ser através de lei”, criticou o presidente da Assomasul, Dirceu Lanzarini (PL).
Conforme ele, há cobrança dos prefeitos, principalmente porque a União já teria anunciado nova previsão de queda do FPM (Fundo de Participação dos Municípios) para a metade do ano, de 33%. Na aprovação da Cide pelo Congresso, o repasse aos municípios ficou vinculado aos estados e não diretamente pela União, como defende a Assomasul.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 25 de Maio de 2017
Quarta, 24 de Maio de 2017
14:40
Cassilândia
13:00
Dicas de segurança
10:00
Receita do Dia
Terça, 23 de Maio de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)